domingo, 29 de março de 2015

Significado de Páscoa

Páscoa é uma palavra com longa data de existência. Vem do hebraico Pesach, passando para o grego Paskha e derivando para o latim Pascha, antes de chegar ao português, que é língua originária do latim.
Páscoa, para os judeus, significapassagem e é a o ritual que marca o centro do calendário litúrgico da Igreja Católica e de suas divergentes evangélicas e protestantes, que comemora aressurreição de Jesus Cristo, sendo assim vem trazer a todos os que crêem em Jesus tenham a certeza de que ele retornou da morte e irá trazer a vida.
A Páscoa é o ápice da Semana Santa, que celebra os últimos dias de Jesus na terra. As celebrações pascais acontecem durante toda a semana, de maneira discreta e normal, chegando à Última Ceia, na Quinta-Feira Santa, e na celebração da Paixão e Morte de Jesus, na Sexta-Feira Santa. O Sábado Santo é considerado o dia da Aleluia, à espera da Ressurreição, que acontece no Domingo de Páscoa, dia em que se lembra a primeira aparição de Jesus a Maria de Magdala.
A celebração da Páscoa foi instituída no Concílio de Niceia, em 325 d.C., seguindo o calendário lunar, e não o solar. O dia é variado ao longo dos anos, acontecendo no primeiro domingo depois da primeira lua cheia do Equinócio, que marca, no Hemisfério Norte, o início da Primavera e, no Hemisfério Sul, o início do Outono.
A Páscoa é a celebração da qual depende todo o calendário eclesiástico e suas festas móveis, que variam de ano a ano, exceto o Natal e algumas celebrações, que têm datas fixas. O dia de Páscoa pode variar entre 22 de março e 25 de abril, dependendo do dia do Equinócio e da lua cheia após ele.
O Domingo de Páscoa tem sua celebração em todos os países cuja população tenha cristãos. Entre os espanhóis, a data é chamada “Pascua”, na Itália “Pasqua” e, na França, “Pâques”. No Brasil, uma das festas mais conhecidas é a de Gramado, no Rio Grande do Sul, com festejos que duram a semana toda.
Em 2015 a Páscoa acontecerá no dia 5 de abril; já em 2016, será no dia 26 de março – e por aí se percebe a grande variação pelo calendário lunar que a Igreja adotou.
Sendo de origem judaica, a Páscoa lembra, para os judeus, a celebração da libertação do povo judeu, que estava escravizado no Egito. As festas começam ao entardecer do dia 14 do mês de Nisan, quando é servida uma ceia semelhante àquela que os hebreus haviam feito antes de apressadamente do Egito. Essa festa foi celebrada nos séculos seguintes e, coincidentemente, foi também nela que ocorreram os eventos celebrados na Semana Santa da cristandade.

Símbolos da Páscoa

Ao longo do tempo, os símbolos da Páscoa foram mudando. O coelho acabou se tornando um símbolo porque, no Hemisfério Norte, esta festa acontecia no final do inverno e início da Primavera, época em que os animais retornavam aos campos, agora com seus filhotes, marcando assim a fertilidade que a Primavera traz à natureza.
O ovo acabou se transformando num símbolo da Páscoa, representando o início da vida, como o início da Primavera. As pessoas tinham o costume de presentear os amigos com ovos, como desejo de que houvesse prosperidade. A transformação do chocolate em ovos, para a Páscoa, decorre exatamente dessa tradição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...