sábado, 25 de abril de 2015

O BLOG ARCOVERDE E CIA DÁ ALGUMAS DICAS DE HOMENAGENS PARA O DIA DAS MÃES

Especialistas sugerem formas originais e profundas de reverenciar quem você ama

 

Quando o Dia das Mães se aproxima, muitos filhos começam a planejar homenagens para estas pessoas especiais, como passeios, presentes ou reuniões em família. Porém, em meio a todos os preparativos - que podem ser bem estressantes em alguns casos - muitos acabam se esquecendo qual é, de fato, o real significado de prestar uma homenagem. Deixando o caráter comercial de lado, é possível mergulhar nas emoções mais profundas e encontrar as verdadeiras razões para presentear sua mãe neste dia especial.
Para a psicoterapeuta Celia Lima, reverenciar a mãe é deixar brotar a energia maternal acolhedora que vive dentro de cada um e reconhecer com gratidão que só foi possível estar nesta jornada graças à sua disponibilidade e amor. Ao reverenciá-la, a própria vida também é homenageada."reverenciar a mãe é deixar brotar a energia maternal acolhedora que vive dentro de cada um e reconhecer com gratidão que só foi possível estar nesta jornada graças à sua disponibilidade e amor. Ao reverenciá-la, a própria vida também é homenageada."
"Homenagear a mãe ausente ou presente, a mãe adotiva ou a avó que cuidou, que se dedicou e que ofereceu seu tempo da melhor forma que lhe era possível, é ter certeza de que muito foi feito por nós. Através de um ritual de gratidão, nos preparamos para, conscientemente, seguir nossa trilha na vida, desapegados da proteção maternal, por um lado, mas trazendo dentro de nós o fio condutor da vida que segue", explica Celia.
No entanto, mesmo que a figura materna seja importante para a maioria, existem aqueles que guardam ressentimentos ou nutrem relações difíceis com as próprias mães. Nesse caso, Celia acredita que, para evitar julgamentos sobre a própria criação, uma boa reflexão é entender que a mãe agiu da forma que sabia e com os recursos emocionais e materiais que tinha naquele momento.
Para manter os laços sempre saudáveis e fortes, a psicoterapeuta aconselha que a relação entre mães e filhos seja pautada em amor e compreensão das possibilidades e limitações um do outro. Dessa forma, os julgamentos desaparecem e o reconhecimento e a gratidão mútuos passam a ser espontâneos.

COMO ESCOLHER A MELHOR HOMENAGEM PARA SUA MÃE?

Se você está pensando na homenagem ideal para sua mãe, lembre-se de resgatar a memória dos momentos mais doces e divertidos que viveu ao lado dela, assim como tudo o que possa inspirar saudade de uma época boa. Desta forma, fica mais fácil para ela sentir que foi lembrada por suas melhores características.
A dica da psicoterapeuta Celia Lima para dar um toque a mais neste Dia das Mães é focar em atos singelos e divertidos, como escrever um poema e recitá-lo, ou colocar sua música predileta e embalar a mãe em um demorado abraço de gratidão. Outra possibilidade é montar um álbum de fotos que retratem situações que vocês vivem no dia a dia - mesmo as mais normais possíveis. Assim, as mães perceberão que são lembradas por fatos corriqueiros e que mesmo nestas ocasiões deixam marcas de seu amor e caminho.
Veja abaixo outras dicas de nossos especialistas para tornar o Dia das Mães ainda mais especial - mesmo para quem não tem mais a mãe por perto.

INSPIRE-SE NO SAGRADO FEMININO

Na opinião da terapeuta e pesquisadora do Sagrado Feminino, Roberta Struzani, ser mãe é expressar na Terra a sacralidade de ser mulher - e também fazer milagre como uma Deusa. Afinal, dar à luz é uma demonstração, por meio do corpo, de como a mulher é divina. Desta forma, homenageie neste dia o simples fato de sua mãe ser mulher e, dentre tantas outras capacidades, ter a possibilidade de gerar e dar continuidade à sua própria história.
"Faça um quadro com uma imagem bonita de uma Deusa mitológica, que lembre sua mãe. Imprima uma foto que goste e ao lado da figura escreva o motivo de ter escolhido aquela divindade. Outra opção é escrever na imagem a frase: Você é minha Deusa, para que sua mãe entenda o simbolismo do presente. Deusas como Ísis (Egípcia), Deméter (Grega), Kwan Yin (Chinesa) e Dana (Celta), que exalam, valorizam e representam o amor incondicional das mães por seus filhos, são ótimos exemplos para serem usados", ensina Roberta.
Outra possibilidade é fazer um ritual simples de honra à mãe. Segundo Roberta, no almoço ou jantar de Dia das Mães, peça para que todos deem as mãos e oriente que, em silêncio, reflitam um pouco sobre o papel da mulher e da mãe na Terra. "Após este momento, estimule que todos os presentes compartilhem suas sensações ao longo da vivência, fazendo uma homenagem às suas mães logo em seguida. No final, sintam a atmosfera maternal e amorosa preencherem os corações das pessoas que participaram", sugere Struzani.

RITUAL XAMÂNICO FORTALECE RELAÇÃO COM MÃE

De acordo com a cultura xamânica, a Terra representa o feminino e possui uma energia que funciona como o útero sagrado, a mãe que acolhe e cuida, participando de modo ativo no processo de evolução e crescimento dos seres humanos. Partindo deste contexto, a psicóloga e especialista em Reiki Xamânico, Adriana Feijó, explica que o homem tem o dever de respeitar e ser grato à "Mãe Terra", olhando-a de modo sagrado e preservando-a. O Xamanismo ainda cultua os ancestrais, de modo que avôs e pais também são vistos de modo sagrado, como os facilitadores da estadia neste planeta.
A psicóloga informa que é possível trabalhar a relação com a mãe através de rituais simples que trazem à tona aspectos como amor incondicional, gratidão, melhora de padrões negativos, perdão e outras questões. Ela acredita que estes trabalhos nos reconectam com nossas raízes ancestrais, despertando um caminho transformador do ser.
"Um ritual xamânico que pode ser feito no Dia das Mães é um altar para os símbolos das quatro direções: Norte, Sul, Leste e Oeste. Separe um pequeno espaço na sua casa para montar esse altar. Depois disso, inclua objetos específicos na direção dos pontos cardeais. No Leste, coloque uma vela representando o Elemento Fogo e a nossa intuição. Na cultura xamânica, essa direção é ideal para pedir por iluminação de questões e trabalhar dificuldades específicas com as mães. No Sul, ponha um vaso com água, representando as emoções e a criança interior. Essa direção pode ensinar lições sobre perdão e gratidão às mães pela infância, independente da forma como esse período foi vivido. No Oeste, inclua cristais e ervas, representando o Elemento Terra e as sensações, estimulando a reflexão sobre a relação maternal durante a vida. No Norte, coloque penas para representar o Elemento Ar. Este é o local dos ancestrais e mestres, onde devem ser trabalhados os ensinamentos, as tradições e os valores que foram passados de geração a geração, até chegar às mães e a nós mesmos", ensina Adriana.

REVIVA A MEMÓRIA DA MÃE QUE JÁ SE FOI

 
Quem não tem mais a mãe ao lado também pode celebrar de maneira digna e especial esta data tão importante. O detalhe está em resgatar elementos que reforcem a identidade e a memória de quem já se foi.
Para a psicóloga Clarissa De Franco, um bom começo é perguntar às pessoas próximas qual característica principal definia a mãe quando era viva. Depois de anotar as ideias, faça um mosaico, de imagens ou de palavras, com essas representações que reverenciam a mãe querida. Outra ideia é recuperar fotos antigas em que ela esteja presente, fazendo um painel de cada etapa de sua vida. Porém, lembre-se de colocar as pessoas importantes e queridas que fizeram parte de sua trajetória.
"Uma terceira opção é escrever uma carta para a mãe falecida, contando como está sua vida no momento e falando sobre as lembranças que têm em relação a ela. Finalmente, é possível também reunir a família e pedir que cada um leve um presente para homenagear a mãe que já se foi. Estas lembranças podem ser colocadas em um altar, após cada pessoa relatar os motivos que a fizeram escolher aquele objeto. No final, vale um abraço coletivo, valorizando a experiência familiar", sugere Clarissa.

FAÇA UM ALMOÇO GOSTOSO E ENCHA-A DE MIMOS

Se você tem afinidade com a culinária, cozinhe para sua mãe. Ao invés de ideias batidas como oferecer um café da manhã na cama ou enfrentar restaurantes lotados com uma comida feita às pressas, Melissa Setubal, coach de Saúde Integrativa, aconselha fazer alguns dos pratos favoritos de sua mãe, pesquisando opções mais saudáveis. Também vale caprichar na sobremesa e fazer em uma quantidade maior, para que ela se delicie no dia seguinte. Porém, não se esqueça de lavar a louça e deixar tudo limpo e arrumado depois, para que sua mãe não tenha nenhum trabalho.
"Mas se você não tem intimidade com a cozinha, tire o dia para cuidar e paparicar sua mãe do jeito que ela mais aprecia. Ao invés de ficar tentando inventar uma surpresa mirabolante ou comprar um presente caro, observe como ela costuma demonstrar carinho por você e use esse mesmo tipo de linguagem para mostrar seu amor. Nesse caso, vale de tudo: escrever palavras e mensagens bonitas, dizer que viu uma lembrancinha numa loja e lembrou dela, ou passar o dia inteiro junto e fazendo carinho. O simples fato de prestar uma atenção mais especial na sua mãe será um grande presente para ela", garante Melissa.

HONRE A "MÃE TERRA"

A terapeuta energética Ceci Akamatsu aconselha prestar uma homenagem à maior mãe de todas, aquela que cria, nutre, educa e sustenta a todos nós ao longo da vida: a Terra. Para isso, a especialista recomenda que cada uma faça um ritual simples, que traz sensação de aconchego materno.
"Para reverenciar e demonstrar respeito à grande Mãe Terra, sente-se em cima dos calcanhares, com o peito do pé encostado no chão (de preferência ao ar livre). Depois, abaixe-se ainda mais e deite-se com a testa no chão (mantendo os braços ao lado ou na frente do corpo), que remete à posição fetal. Se você quiser, pode emitir gratidão em forma de pensamentos e sentimentos, e ficar alguns minutos sentindo a Terra lhe acolher. E quando se sentir sem chão, precisando de um colinho de mãe, basta se entregar ao acolhimento que esta grande mãe nos oferece permanentemente", orienta Ceci.

DICAS DE FENG SHUI AJUDAM A HOMENAGEAR

A especialista em Feng Shui, Cris Ventura, sugere que os filhos presenteiem suas mães com flores amarelas em vasos com terra, que simbolizam estabilidade, segurança e tolerância. Para reforçar o sentimento de carinho, junte dois cristais de quartzo rosa ao presente. O mimo pode ficar do lado direito da mesa de trabalho de sua mãe, de um cômodo ou de um imóvel - já que esta direção está ligada aos relacionamentos.
"Caso sua mãe não esteja mais presente, o ideal é ter um lugar especial na casa com um objeto herdado dela ou que lembre sua figura. Esse local pode ser um altar, um nicho de estante ou um aparador. Porém, lembre-se de escolher objetos que tragam boas memórias".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...