domingo, 23 de março de 2014

Arcoverde recebe ambulâncias do Samu

Arcoverde recebe ambulâncias do Samu
Num cofinanciamento entre o Ministério de Saúde e o Governo do Estado, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – Samu começa a chega por etapas em Arcoverde.
Nessa quinta-feira (20), o município recebeu duas ambulâncias, sendo uma Básica e outra Avançada (UTI móvel), em solenidade, em Serra Talhada.
A prefeita Madalena Britto (PTB) e a secretária de Saúde, Andréia Britto, compareceram ao evento, que foi marcado por inaugurações comandadas pelo Governador Eduardo Campos (PSB).
“O Samu é aprovado por 97% da população”, garantiu o secretário de Gestão da Educação e Trabalho na Saúde do Ministério da Saúde,Mozart Sales, que também esteve no evento, onde entregou 34 ambulâncias do Samu, sendo 30 de suporte básico e quatro de suporte avançado.
As de suporte avançado ficarão sediadas em São José do Egito, Arcoverde, Petrolândia e Serra Talhada e atenderão, junto com as ambulâncias básicas, ainda as cidades de Afogados da Ingazeira, São José do Egito, Tabira, Carnaíba, Ingazeira, Itapetim, Iguaracy, Tuparetama, Santa Terezinha, Arcoverde, Petrolândia, Buíque, Custódia, Ibimirim, Inajá, Jatobá, Manari, Pedra, Sertânia, Tacaratu, Tupanatinga, Venturosa, Serra Talhada, Betânia, Carnaubeira da Penha, Flores, Floresta, Itacuruba, São José do Belmonte e Triunfo, com uma para cada município.
Em Arcoverde, o posto de atendimento do Samu está devidamente reformado. Localizado no antigo Arcocenter, o local é composto de dormitórios para médicos e enfermeiros, salas de esterilização e reunião, copa-cozinha e garagens para ambulâncias.
“Estamos no aguardo, da inauguração da Central de Regulação 192, em Serra Talhada, que será a responsável pela coordenação deste serviço na macrorregião”, explica a secretária de Saúde de Arcoverde, Andréia Britto.
SAMU 192 – O primeiro SAMU implantado, sem regulamentação, no Brasil foi na cidade de Campinas, através do médico coordenador José Roberto Hansen. Sendo devidamente implantado e regulamentado pelo Governo Federal em 2003.
O Samu, serviço administrado pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, tem parceria com o Ministério da Saúde. O serviço pode ser acionado pelo telefone 192 e atende a três objetivos: atendimento a urgências e emergências médicas de qualquer natureza (tanto clínicas como traumáticas), a regulação do sistema de vagas de urgência e emergência em hospitais secundários e terciários por uma central 24h e educação em urgência e emergência.
Fonte: Jornal Portal do Sertão.

3 comentários:

  1. Franklin Stem Santos da Silva9 de junho de 2014 20:58

    NÃO SOMOS MACACOS!

    SOMOS TODOS DOUTORES...

    NÃO É ESQUISITO... Se colocam no crachá e na escala de serviço, Doutor antes do nome do médico, porque também nos outros DOUTORES (que tem Doutorado e/ou Resolução) não é feito igual? NÃO É MESMO ESQUISITO ?

    Não Sejam Preconceituosos e Injustos, RESPEITE-OS!

    O CERTO É ASSIM:

    Dr. José
    Biomédico



    Drª. Maria
    Enfermeira



    Dr. José
    Médico


    PRECONCEITO NUNCA MAIS!

    ResponderExcluir
  2. Franklin Stem Santos da Silva9 de junho de 2014 20:59

    SALÁRIO DIGNO PARA TODOS
    A verdade é que deveria ter respeito e valorização dos nossos profissionais, salário digno é assim:
    Graduado... Dr. Médico - 100%
    Graduado... Dr. Enfermeiro - 70% do Dr. Médico
    Graduado... Outros Doutores da saúde 70% do Dr. Enfermeiro

    Nível Médio – Técnico de Enfermagem ou outros da saúde - 50% dos outros Doutores da saúde
    Ensino fundamental – Auxiliar de Enfermagem ou outros da saúde - 70% do Técnico de Enfermagem ou outros da saúde.

    30 HORAS JÁ: ENFERMAGEM E TODOS – ÁREA DE SAÚDE

    ResponderExcluir
  3. Franklin Stem Santos da Silva9 de junho de 2014 21:03

    Não julgar o próximo

    Um médico entrou num hospital apressado, depois de ter sido chamado para uma cirurgia urgente. Ele respondeu à chamada imediatamente e mal chegou trocou-se e foi direto para o bloco operatório. Pelo caminho encontrou o pai do rapaz que ia ser operado a andar para trás e para a frente à espera do médico. Quando o viu, o pai gritou:
    -”Porque demorou este tempo todo a vir? Não sabe que a vida do meu filho está em perigo? Você não tem o mínimo de sentido de responsabilidade?”
    O médico Dr. José, sorriu e respondeu serenamente:
    -”Peço-lhe desculpa, não estava no hospital e vim mal recebi a chamada… Agora, gostaria que você se acalmasse para que eu também possa fazer o meu trabalho.”
    -”Acalmar-me?!?! E se o seu filho estivesse dentro do bloco operatório, você também ficaria calmo? E se o seu filho morresse o que faria?”, disse o pai visivelmente agitado.
    -”Ficar nesse estado alterado e de nervos não vai ajudar nada, nem a si, nem a mim e muito menos ao seu filho. Prometo-lhe que farei o melhor que sei e consigo dentro das minhas capacidades”, disse o médico Dr. José.
    -”Falar assim é fácil, quando não nos diz respeito.”, murmurou o pai entre dentes.
    Passadas algumas horas, a cirurgia terminou e o médico Dr. José e a enfermeira Drª Maria, saíram sorridentes de encontro ao pai.
    -”A cirurgia foi um sucesso. Conseguimos salvar o seu filho! Se tiver alguma questão pergunte à enfermeira Drª. Maria.”
    Sem esperar pela resposta, o clínico prosseguiu caminho visivelmente apressado. O pai irritado dirigiu-se à enfermeira Drª. Maria e desabafou:
    -”O médico Dr. José é mesmo arrogante… Será que lhe custava muito ficar aqui mais uns minutos para eu lhe questionar em relação ao estado geral do meu filho?”
    A enfermeira Drª. Maria, um pouco abalada e quase a chorar respondeu-lhe:
    -”O filho do Dr. José morreu ontem num acidente rodoviário. Ele estava no funeral quando o chamamos para a cirurgia do seu filho. Agora que a cirurgia terminou e o seu filho foi salvo, o Dr. José, voltou para o funeral a correr para prestar a última homenagem ao filho dele.”

    Pense Nisso: NUNCA JULGUE!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...