quarta-feira, 28 de março de 2018

Dicas para evitar a Dengue e esclarecimentos sobre o carro fumacê


11059203_877443545628394_4076835694193969442_p.jpg
Dicas para evitar a Dengue:
– Eliminação de recipientes/depósitos inservíveis como: latas, material descartável, casca de ovo, tampa de garrafa e outros;
– Manter vedados caixas d’água, poços, cisternas, tanques, tambores e outros reservatórios de água;
– Manter canaletas e calhas desobstruídas;
– Não deixar restos de materiais de construção ao ar livre, com risco de acúmulo de água das chuvas;
– Manter ralos e ladrões de caixas d’água protegidos com telas;
– Lavar e escovar bebedouros de animais, no mínimo uma vez por semana;
– Nos pratos aparadores de vasos de plantas, colocar areia grossa, de forma a não acumular água;
– Evitar armazenar materiais que possam acumular água.

A melhor forma de se evitar a dengue é combater os focos de acúmulo de água, locais propícios para a criação do mosquito transmissor da doença. Para isso, é importante não acumular água em latas, embalagens, copos plásticos, tampinhas de refrigerantes, pneus velhos, vasinhos de plantas, jarros de flores, garrafas, caixas d´água, tambores, latões, cisternas, sacos plásticos e lixeiras, entre outros.
NÃO EXISTE VACINA PARA A DENGUE, sendo assim a regra básica é não deixar a água, principalmente limpa, parada em qualquer tipo de recipiente, evitando assim a proliferação do mosquito. Como o mosquito se reproduz rapidamente, é importante que a população também colabore para interromper o ciclo de transmissão e contaminação. Para se ter uma ideia, em 45 dias de vida, um único mosquito pode contaminar até 300 pessoas.
Esclarecimento sobre o Carro Fumacê
Com relação ao uso de carros fumacê, caso usado com bastante freqüência, o setor de vigilância esclarece que pode resultar um efeito inverso e, em vez de eliminar o mosquito, pode contribuir para que ele fique resistente à ação do veneno. Por isso ele não é utilizado ao longo do ano, apesar de solicitações.

A utilização do carro fumacê só é indicada em localidades onde existe alto índice de infestação do aedes aegypti, equivalente a 5%, e transmissão da dengue com casos notificados, de acordo com as normas do Ministério da Saúde. Outra norma com relação ao veículo, é que ele só pode circular à noite (18hs às 22hs) ou pela manhã, períodos onde não há presença do sol.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...