quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Ministro Fernando Bezerra ressalta luta da prefeita Madalena Britto pela adutora de Arcoverde


           Depois de iniciar por Ibimirim sua visita ao Sertão de Pernambuco, ao lado do governador Eduardo Campos, o Ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho (PSB) chegou a Arcoverde, ao lado da Prefeita Madalena Britto (PTB), para uma reunião de trabalho no gabinete da prefeita.

Antes, por volta das 14h30, a prefeita Madalena Britto esteve acompanhado o ministro e o governador na visita aos poços que estão sendo perfurados na região do Frutuoso, em Ibimirim, e que vão alimentar a Nova Adutora de Arcoverde. Serão 2 poços, um deles já totalmente perfurado, com 704 metros de profundidade, e disponibilizando 150 mil litros de água por hora. O segundo está já com 160 metros de profundidade e deverá chegar também aos 700 metros. A comitiva pode conferir de perto a água jorrando do primeiro poço aberto.


Acompanhando Fernando Bezerra e o governador Eduardo Campos, estavam o secretário de Defesa Nacional Civil, Humberto Vianna; o secretário de Recursos Hídricos do Estado, Almir Cirilo; Thales Sampaio do CPRM e do presidente da Compesa, Roberto Tavares. 

Já em Arcoverde, no gabinete da prefeita Madalena, ele falou diante da presença de secretários, dos vereadores Luciano Pacheco, Sargento Siqueira, Cleriane Medeiros, Warley Amaral e Luiza Margarida, além do vice-prefeito Wellington Araújo e do ex-prefeito Zeca Cavalcanti. A prefeita Madalena agradeceu ao ministro todo o apoio no sentido de viabilizar a obra da adutora que trará uma maior segurança hídrica para Arcoverde. 

No seu discurso, o ministro ressaltou que “muitos lutaram por essa adutora, mas foi a prefeita Madalena que se empenhou e foi ao meu gabinete, várias vezes, para viabilizar esta importante obra para o povo de Arcoverde”. Ele citou ainda o apoio do deputado estadual Júlio Cavalcanti; do senador Armando Monteiro; e do ex-prefeito Zeca.


O Ministério da Integração Nacional destinou R$ 40 milhões para Adutora de Arcoverde, com ampliação dos poços, aumento de três para cinco, o que reforçará o abastecimento de água da cidade, que enfrenta, atualmente, um rodízio de 17 dias sem água e três dias com. O projeto irá dobrar a disponibilidade de água para Arcoverde.







Fotos: Teresa Padilha e Leão Cavalcanti

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...