quarta-feira, 27 de abril de 2011

Arcoverde Perde o Escritor Rocky Lane


Arcoverde perde Rocky Lane







Arcoverde perdeu na noite desta terça-feira, José Leite Duarte o Rocky Lane. Quem mora ou nasceu na cidade conhecia Rocky Lane por sua paixão pelo cinema, advinda desde a época em que trabalhou no extinto Cinema Bandeirante. Um grande cinéfilo de memória privilegiada que resgatou recentemente em um livro intitulado "História do Cinema Bandeirante".
Atualmente, Rocky Lane tinha um espaço no Jornal de Arcoverde onde escrevia sobre a sua maior paixão o cinema e por vezes sobre a maior saudade: o Cinema Bandeirante.

No livro lançado em dezembro do ano passado escreveu que a saudade mata a gente. Saudade é o que vai ficar a todos e a cada um que o conhecia e admirava.

A família os nossos mais sinceros sentimentos, uma vez que fui sua vizinha a vida inteira.


Nascido na cidade de Custódia, no ano de 1933, José Leite Duarte, mudou-se para Arcoverde ainda jovem, tendo o seu primeiro emprego no Serviço de Auto Falantes Bandeirante, difusora pioneira na cidade. Apaixonado pelo cinema, veio a trabalhar e até residir no Cinema Bandeirante, quando incorpora o personagem do cowboy do cinema americano Rocky Lane, marca que não mais o deixou.


Figura por todos adorada, Rocky lançou no final de 2010 o Livro “História do Cinema Bandeirante”, no qual é narrada a trajetória do Cinema da Praça da Bandeira, desde a iniciativa dos Irmãos Moraes, que construíram a sala de espetáculos, até o seu final melancólico.


Fica para nós a imagem do eterno cowboy, que soube escrever um dos mais interessantes roteiros registrados nessa terra, a sua história.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...