segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Vermelho e branco volta a acontecer em Arcoverde



Um dos bailes mais tradicionais do Carnaval de Arcoverde está volta. Criado em 1966 por Aureo Bradley , na época do então presidente José Tenório Braz, e sem acontecer há 12 anos o BaileVermelho e Branco volta a acontecer. O baile acontece no dia 04 de fevereiro e terá como atração a Orquestra Nostalgia



O baile acontece no dia 04 de fevereiro e terá como homenageado Marcos Antônio Amaral de Souza, conhecido como Marcos Amaral,arcoverdense, nasceu em 10 de abril de 1945 e faleceu em 23 de julho de 2000, filho de Rafael Barbosa de Souza e Maria Inês Amaral de Souza,casado com Janete Moreno com quem teve duas filhas Jannine e Polyana.Na juventude trabalhou no Arcoverde Jornal, de propriedade do seu pai,onde despertou seu interesse, identificação e paixão pela leitura e escrita, também foi colaborador do Diário de Pernambuco.


Aos 21 anos foi aprovado no concurso do Banco do Brasil. Inicialmente, atuou na cidade de Cabrobó (1970 a 1974) e fez carreira como bancário residindo em várias cidades como Arcoverde (1974 a 1980), Custódia (1981 a 1984), Arcoverde (1985 a 1990), Caruaru (1991 a 1994) e por fim Recife (1995 a 1997) aonde se aposentou e escolheu para morar devido as filhas.

Considerado profissional competente e dedicado, ele era realizado com a profissão que escolheu e “apaixonado” pela instituição na qual trabalhava (BB). 


Adorava livros, filmes, música. Um homem muito atencioso,correto, justo, caridoso, criativo, detalhista, perfeccionista, comunicativo, tinha um perfil festivo, sociável.Desde a juventude, gostava de participar de festas e eventos culturais, tendo sido membro do famoso bloco carnavalesco coça-coça de Arcoverde.


Possuía muitos amigos e participava ativamente dos eventos sociais atuando em clubes (Democrático, AABB) e associações (Rotary, Lions, Marçonaria)das cidades onde residia. Em Arcoverde, destacou-se a sua atuação como presidente do Democrático Esporte Clube, por um período de 11 anos (1978 à 1989) como presidente e mais alguns anos como conselheiro e tesoureiro, dedicado e “apaixonado” pelo clube, realizou uma gestão com ampla e intensa participação e apoio dos amigos, familiares e sociedade arcoverdense.Durante sua gestão realizou várias edições do famoso e tradicional Baile Vermelho e Branco.

As mesas custam R$ 200,00. Reservas de Mesa através dos telefones (87) 99631-0571 ou 99127-4553.

Fonte: Amannda Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...