terça-feira, 23 de agosto de 2016

Encerramento das Olimpíadas terminou ao som do Samba de Coco de Arcoverde e do frevo pernambucano


Foto:Patrick Smith/Getty Images
O encerramento das Olimpíadas na noite de ontem, 21 de agosto, foi marcado pela música nordestina e de modo particular pela pernambucana. A banda Orchestra Santa Massa formada por Hélder Aragão (DJ Dolores), Maciel Salú (voz e rabeca), Isaar (voz), Fábio Trummer (voz e guitarra), e Jam da Silva (percussão), com a participação de Maestro Spok (voz e sax), André Julião (sanfona) e Yuri Queiroga (baixo), fez o público de 70 mil pessoas que lotava o Estádio do Maracanã, dançar ao som dos ritmos pernambucanos com um repertório que foi de Luiz Gonzaga, Alceu Valença e Jacinto Silva , a seu Ciço Gomes do Samba de Coco Trupé de Arcoverde cantando " A vida tava tão boa".

Foto: Reprodução/Facebook de Izaar

Seu Ciço que já sabia que a sua música tocaria na final dos jogos olímpicos , reuniu os amigos em casa para assistir o encerramento dos jogos e cantar, claro. 

E a presença do Nordeste não parou por aí. A apresentação ainda contou com projeções que lembraram as rendeiras da Bahia e o artesanato de Caruaru em homenagem a Vitalino, ao com de Asa Branca de Luiz Gonzaga.

Foto: Getty Images/David Ramos
 E o pernambucano Lenine ao deu um show cantando Jack Soul Brasileiro em homenagem aos voluntários.
 Foto: Getty Images/Rio 2016


A cantora baiana Mariene de Castro, deu um show e emocionou ao público cantando "Pelo tempo que durar", de Marisa Monte e Adriana Calcanhoto, enquanto um efeito de chuva apagou a chama olímpica.

Foto: Getty Images/Rio 2016
A festa foi encerrada com muito samba e participação de escolas de samba do Rio de Janeiro com direito a carros alegóricos e tudo.

Fonte: Amannda Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...