quarta-feira, 31 de agosto de 2016

CREMEPE LAMENTA O FALECIMENTO DO MÉDICO FRANCISCO SABOYA

fran.saboya
O Cremepe lamenta informar que morreu hoje no Recife, aos 87 anos, o médico Francisco Saboya. Nascido no Rio de Janeiro, onde se formou em medicina, o médico Francisco Saboya se mudou para Arcoverde, em Pernambuco, logo depois da colação de grau. E foi aqui no Estado que ele casou-se, constituiu família e se destacou na profissão.
Dr. Francisco Saboya era cirurgião-geral e foi médico do DNOCS, diretor do Hospital Regional de Arcoverde, Diretor do Hospital da Chesf em Paulo Afonso, na Bahia, e interventor do Hospital do Câncer de Pernambuco de 2007 a 2013, durante  Governo de Eduardo Campos.

Flamengo de Arcoverde PE radicaliza e faz novo escudo com característica do Corinthians

Para o Flamengo de Arcoverde, não basta ter o nome de um dos clubes mais populares do Brasil. O time pernambucano radicalizou e, ao mudar o seu escudo novamente, trouxe no novo design traços de outro grande time nacional, o Corinthians.

Sempre mudando o escudo, mas também sempre mantendo as cores tradicionais - rubro-negra - da equipe carioca, o Fla de Pernambuco fugiu dos padrões e de tudo quanto já havia feito, e colocou a âncora, os remos e a boia, além da bandeira da cidade no novo escudo, tornando-o idêntico ao do time paulista. Além disso, o novo símbolo do clube ganhou novas cores e as iniciais do time em destaque na cor branca.
Flamengo de Arcoverde (Foto: Reprodução / Facebook)Antigo escudo do Flamengo de Arcoverde tinha o tigre como destaque (Foto: Reprodução / Facebook)Novo escudo do Flamendo de Arcoverde (Foto: Divulgação)Novo escudo do Flamengo de Arcoverde lembra o do Corinthians (Foto: Divulgação)
  
             O GloboEsporte.com entrou em contato com a diretoria do Flamengo de Arcoverde, que não deu detalhes sobre o significado do novo escudo, explicando apenas que "foi outro presidente, não foi a gente". O clube disse ainda que "a gestão antiga fez outro estatuto, usando o do Corinthians como base e, no fim das contas, o escudo também acabou entrando no pacote". 
História 
O Flamengo de Arcoverde foi fundado no dia 1º de maio de 1959, inspirado no clube carioca, que encantava um grupo de portugueses que moravam no município pernambucano e ajudaram a criar o time. Foram mantidos as cores preta e vermelha, mas fizeram um escudo diferente do time do Rio de Janeiro. 
Com vários títulos locais conquistados e com uma torcida relevante na região, a equipe foi profissionalizada em 1994, quando disputou a 2ª divisão do Pernambucano pela primeira vez na história do time. Dois anos mais tarde, em 1996, foi campeão da segundona e, no ano seguinte, participou da Série C do Brasileiro. 
Em 2000, foi rebaixado para a 2ª divisão e, desde então, não conseguiu mais voltar à elite do futebol estadual. O time chegou a ficar de fora de algumas edições da Série A2, como em 2010 e 2014. 
Fonte: www.jornalfloripa.com.br

97º Festa da Padroeira N.Sª do Livramento 2016 em Arcoverde

A imagem pode conter: 1 pessoa , texto e atividades ao ar livre
 
97º Festa da Padroeira N.Sª do Livramento 2016
A partir do dia (14) começa a tradicional Festa de Nossa Senhora do Livramento, Padroeira de Arcoverde, que acontece até o dia 23 de Setembro.
Durante o novenário, missas, louvores à padroeira, vigília mariana, quermesse que fazem parte da programação. O tema da festa este ano é “Maria: Mãe da Misericórdia, Rogai por nós!"

terça-feira, 30 de agosto de 2016

INFORMATIVO CÂMARA DE VEREADORES DE ARCOVERDE-PE. SEGUNDA: 29/08/2016.

REQUERIMENTOS.
1º VEREADORA CÉLIA.
Falou sobre a conquista de 22 enfermeiros concursados no qual procurou a mesma.
2º VEREADOR LUCIANO PACHECO.
Requer a complementação de calçamento na Barbosa Lima. Requer que seja feita colocação de de luminárias no poste da rua Manoel Borba no São Cristóvão(zona oeste). Luciano esteve com a comunidade de Caraíbas(zona rural sul), no qual os moradores cobraram iluminação da estrada de Caraíbas que liga até o povoado de Caraíbas Velha. Requer ao comandante do 3º BPM para enviar uma patrulha da PM a fazer ronda em Caraíbas.
3º VEREADORA CLERIANE MEDEIROS.
Requer a Prefeitura para solicitar um projeto de uma área de lazer na avenida Osvaldo Cruz para beneficiar a comunidade da Boa Esperança(zona sul). Requer a complementação do calçamento da rua Luiza de Lira Rabelo. Requer para que seja feito a limpeza da galeria da rua A na Cohab-I(zona leste).
4º VEREADOR WARLEY AMARAL.
Requer a Prefeitura e a secretaria de saúde para intensificar a pratica de aulas esportivas nas praças da cidade. Requer que seja feita uma limpeza no canal da rua 12 na Cohab-II(zona oeste). Fez um apelo ao comandante Sá do 3º BPM para fazer rondas na comunidade do Jardim da Serra(zona oeste).
5º VEREADOR PAULO GALINDO(PAULINHO).
Requer a Prefeitura para ser construído uma quadra poliesportiva, posto de saúde e o calçamento das rua do loteamento Veraneio(zona oeste). Requer a construção de uma quadra poliesportiva entre o São Geraldo e Boa Vista(zona leste). Requer para que seja colocado um braço de iluminação no poste localizado na rua Costa Rica no JK(zona sul).
6º VEREADORA DJANIRA BRITO.
Falou sobre o impeachment e comentou sobre a presidente Dilma, e declarou que ficou triste com tudo isso que está acontecendo.
7º VEREADOR EVERALDO LIRA.
Requer a Prefeitura para solicitar o calçamento e limpeza na rua 12 na Cohab-II(zona oeste). Requer o calçamento da travessa 21 de janeiro e Manoel Teófilo no São Geraldo(zona leste).
8º VEREADORA LUIZA MARGARIDA.
Requer oficio para o deputado Waldemar Borges para que seja feita uma passagem molhada no Sítio Pereiro, e ainda requer da Prefeitura mandar uma unidade móvel de saúde para atender a comunidade do Sítio Pereiro.
9º VEREADOR SGT SIQUEIRA.
Repassou o número do celular 081 9.9178 1647 da Dra Felícia para os vereadores e ao público presente.

Fonte: Gilson Martins.
Mostrar mais r

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Encerramento das Olimpíadas terminou ao som do Samba de Coco de Arcoverde e do frevo pernambucano


Foto:Patrick Smith/Getty Images
O encerramento das Olimpíadas na noite de ontem, 21 de agosto, foi marcado pela música nordestina e de modo particular pela pernambucana. A banda Orchestra Santa Massa formada por Hélder Aragão (DJ Dolores), Maciel Salú (voz e rabeca), Isaar (voz), Fábio Trummer (voz e guitarra), e Jam da Silva (percussão), com a participação de Maestro Spok (voz e sax), André Julião (sanfona) e Yuri Queiroga (baixo), fez o público de 70 mil pessoas que lotava o Estádio do Maracanã, dançar ao som dos ritmos pernambucanos com um repertório que foi de Luiz Gonzaga, Alceu Valença e Jacinto Silva , a seu Ciço Gomes do Samba de Coco Trupé de Arcoverde cantando " A vida tava tão boa".

Foto: Reprodução/Facebook de Izaar

Seu Ciço que já sabia que a sua música tocaria na final dos jogos olímpicos , reuniu os amigos em casa para assistir o encerramento dos jogos e cantar, claro. 

E a presença do Nordeste não parou por aí. A apresentação ainda contou com projeções que lembraram as rendeiras da Bahia e o artesanato de Caruaru em homenagem a Vitalino, ao com de Asa Branca de Luiz Gonzaga.

Foto: Getty Images/David Ramos
 E o pernambucano Lenine ao deu um show cantando Jack Soul Brasileiro em homenagem aos voluntários.
 Foto: Getty Images/Rio 2016


A cantora baiana Mariene de Castro, deu um show e emocionou ao público cantando "Pelo tempo que durar", de Marisa Monte e Adriana Calcanhoto, enquanto um efeito de chuva apagou a chama olímpica.

Foto: Getty Images/Rio 2016
A festa foi encerrada com muito samba e participação de escolas de samba do Rio de Janeiro com direito a carros alegóricos e tudo.

Fonte: Amannda Oliveira

terça-feira, 16 de agosto de 2016

Os pés que dão o ritmo da história do coco de Arcoverde


O Samba Coco Raízes do Arcoverde comemora os seus 24 anos

De dentro dos quilombos é que vem as bases para o coco. / Divulgação

De dentro dos quilombos é que vem as bases para o coco. A mazuka era o nome tradicional e ainda pode ser visto em alguns grupos de coco atuais. Uma manifestação cultural popular que tem variações como o coco de ciranda, o de beira de praia, o de umbigada e o de raiz. Em Arcoverde, interior de Pernambuco, o coco de Trupe ganha o destaque. Feito pela batida dos pés com o tamanco no chão de terra e acompanhado pelo triângulo, pandeiro, surdo e o ganzá.
O grupo Samba Coco Raízes de Arcoverde é um dos símbolos que perpetua essa manifestação cultural. Fundando em 1992 por Lula Calixto e composto por três famílias: Lopes, Gomes e Calixto. “Quando Ivo Lopes morreu em 1987, o coco ficou meio apagado. Mas os coquistas continuavam as suas atividades. Era o caso de Lula que, em 1992, a partir de uma conversa com Maria Amélia, responsável pela Secretaria de Cultura do município no período, resolveu criar o Samba Coco Raízes do Arcoverde”, conta Assis Calixto, irmão de Lula e compositor e mestre do grupo atualmente.
Ele conta que nesse período entre a morte de Lopes e a criação do grupo do qual faz parte, as famílias realizavam pequenas festas de coco todos os anos. A tradição das festas foi mantida e fortalecida pelo Samba de Coco Raízes do Arcoverde, que realizava a festa de comemoração do aniversário do grupo todos os anos na frente da sede, até começar a receber apoio governamentais e se transformar em festival.
“No final de semana, nos dias 22, 23 e 24, será realizado o 9° Festival Lula Calixto e o 18° Aniversário do Samba de Coco Raízes do Arcoverde, no Alto do Cruzeiro, aqui em Arcoverde. Serão 52 grupos se apresentando, entre cocos, maracatus, cirandas e teatro”, explica Iran Calixto, sobrinha de Assis e produtora do grupo.
A produtora e integrante do grupo afirma ser gratificante dançar o coco em família. “Nosso grupo tem 12 integrantes. Minha mãe, meu pai, meu tio, meus sobrinhos. Todos fazendo o coco. A gente sempre passa os ensinamentos para os mais novos, para que eles continuem quando a gente não estiver mais aqui”, conta Iran.
Para quem nunca ouviu o Samba de Coco Raízes de Arcoverde, Assis explica as principais características do tipo de coco praticado: “o Trupe, que é o coco que a gente faz, foi criado por Lula Calixto e tem uma pisada forte e ligeira. Isso vem muito da tradição que a gente tinha de pisar o chão das casas de taipa para que o piso ficasse mais liso”, relata.
O tamanco de madeira junto com o triângulo, o pandeiro, o surdo e o ganzá fazem a sonoridade. O tamanco também foi criado por Lula. Pois, quando ele ia demonstrar o coco para as pessoas, o som do sapato no chão era fraco, segundo afirma Assis. Elementos do samba e dos folguedos de roda também são encontrados nas danças e nas músicas do Samba Coco Raízes do Arcoverde, que já gravou três CDs. Em 2000, saiu o primeiro, com o mesmo nome do grupo. Em 2002, é lançado o segundo, intitulado Godê. E, em 2011, foi a vez de sair o terceiro.
Fonte: Brasil de Fato.

sábado, 6 de agosto de 2016

Documentário sobre Rock Lane será lançado em setembro em Arcoverde



A história de uma cidade é sedimentada pela vida de personagens cuja simplicidade e singularidades fizeram a diferença. Arcoverde tem a sorte de ter pessoas apaixonadas pela sua cultura e pela sua história e que lutam para preservar essas riquezas. Mas infelizmente , algumas delas nos deixam pelo caminho. José Leite Duarte , o Rock Lane foi um desses personagens que marcaram época. Nascido em Custódia veio ainda jovem veio para Arcoverde trabalhar no Serviço de Alto-Falantes Bandeirante, a primeira difusora instalada em Arcoverde.

Começou a trabalhar no Cinema Bandeirante localizado na Praça da Bandeira em 1.º de junho de 1947. Em 1948 ganhou o apelido de Rocky Lane por incorporar e parecer fisicamente com o personagem americano de filmes de cowboy.

Rocky Lane era a cara dos tempos áureos de um Arcoverde que se perdeu no tempo, do gigante Cinema Bandeirante descrito por ele no livro “ História do Cinema Bandeirante” que trouxe a luz detalhes sobre os seus fundadores, pessoas da sociedade arcoverdense, filmes que por lá desfilaram e até mesmo, os artistas.

Quem leu o livro percebe que a história de Rock Lane se mistura com a do cinema, e que a sua vida nunca mais foi a mesma depois que o Cinema Bandeirante fechou as portas. O fechar de portas para ele foi tão profundo, que fecharam-se na sua vida a alegria, o trabalho, a casa, os sonhos... Ele falava com uma saudade tão intensa daquele lugar, que nos fazia sufocar entre as entre linhas.

Rock Lane faleceu em 26 de abril de 2011 e no dia 10 de setembro , o documentário "Uma Balada para Rock Lane" será lançado no Sesc Arcoverde as 22h. Um filme de Djalma Galindo que retrata um personagem além do seu tempo.

Fonte: Amannda Oliveira (Blogfalandofrancamente).

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Caravana DETRAN nos Municípios chega a Arcoverde e Pesqueira‏


A Secretaria das Cidades – Secid, por meio do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco – DETRAN-PE, estará com a Caravana de Educação nos municípios de Arcoverde e Pesqueira, Sertão do Estado, nos dias 2, 3, 4 e 5, levando o Fórum de Educação de Trânsito com foco nos acidentes com motos.
A ação é coordenada pela equipe de Educação do Órgão, em parceria com Universidade de Pernambuco – UPE.
As cidades receberão o DETRAN Móvel, que vai atender a população, além disso, serão realizadas Blitz Educativa, que conta com o apoio da Operação Trânsito Seguro – OTS; Palestras nas escolas, visando capacitar professores de Escolas Pública Estadual e Municipal; e o Fórum de Educação de Trânsito, que discutirá segurança no trânsito e trauma de face em acidentes com motos.
De acordo com o diretor presidente do DETRAN-PE, Charles Ribeiro, por determinação do Governador Paulo Câmara, o Órgão vem investindo na educação no trânsito com foco na prevenção de acidentes, principalmente de motos, que só torna possível quando atrelado a fiscalização prévia, o que estimula a boa conduta do motorista no trânsito.
De acordo com números do Detran, Arcoverde tem 12.624 e 7.069 motos. Já Pesqueira tem 6.735 carros e 6.910 motos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...