quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Arcoverde em situação de risco de surto de dengue, chikungunya e zika

        O resultado do Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa) indica 199 municípios brasileiros em situação de risco de surto de dengue, chikungunya e zika. Isso significa que mais de 4% das casas visitadas nestas cidades continham larvas do mosquito.
 
Arcoverde esta entre os 199 municípios em situação de risco com um índice de infestação de 7,1% das casas, tendo como depósito predominante do mosquito o armazenamento de água (173). Na cidade da Pedra o índice de infestação chega 10,2% e em Tuparetama é de 10,9%. Terezinha, no Sertão, lidera o índice com 12,1%.
 
Os dados do novo LIRAa foram divulgados pelos ministro da Saúde, Marcelo Castro, nesta terça-feira (24), em Brasília. Além do levantamento, também foram divulgados a campanha  de combate ao mosquito, o balanço da dengue e chikungunya, além da investigação dos casos de microcefalia.
 
Além das cidades em situação de risco, o LIRAa identificou 665 municípios em alerta, com 1% a 3,9% dos imóveis com focos do mosquito, e 928 com índices satisfatórios, com menos de 1% das residências com larvas do mosquito em recipientes com água parada. O levantamento identificou a presença do mosquito Aedes albopictus, que pode também transmitir a chikungunya, em 262 municípios.
 
Entre as 18 capitais que o Ministério da Saúde recebeu informações sobre o LIRAa, apenas Rio Branco está em situação de risco. São sete as capitais em alerta (Aracaju, Recife, São Luís, Rio de Janeiro, Cuiabá, Belém e Porto Velho) e dez com índices satisfatórios (Boa Vista, Palmas, Fortaleza, João Pessoa, Teresina, Belo Horizonte, São Paulo, Brasília, Campo Grande e Curitiba). As cidades de Macapá, Manaus, Maceió, Natal, Salvador, Vitória, Goiânia, Florianópolis e Porto Alegre não encaminharam os resultados.

Vem ai o XII Encontro de Final de Ano dos Arcoverdenses


                                                                                                                                           No dia 28 de novembro, os arcoverdenses que residem no Recife tem mais um encontro marcado. É o XII Encontro de Final de Ano dos Arcoverdenses. A confraternização acontece à partir do meio dia e no Bar e Restaurante Pai D’Égua, na Av. General Polidoro, 982, no bairro da Cidade Universitária.


Coordenado por Wilton Brito, Tony Porto, Edson Bezerra, e José Hertz, a Confraternização dos Arcoverdenses terá como atrações Tonino Arcoverde, Paulinho Leite, Marzinho de Arcoverde, Alfredo Júnior (Nuna), Kleber Araújo (apresentando o seu CD - Cinema Novo) e a Orquestra Super OARA.


No evento haverá ainda o lançamento do livro Coração de Nego, da escritora arcoverdense Verônica Brayner.


Para acesso ao Buffet estilo self service, a exemplo do ano passado, serão cobradas as taxas de R$ 20,00 (vinte reais) para mulheres e R$ 25,00 (vinte e cinco reais) para homens. O serviço do buffet terá início às 12h. As bebidas serão comercializadas mediante aquisição de senhas individuais no caixa do restaurante.


Objetivando contar com um bom número de participantes, os coordenadores do encontro solicitam aos arcoverdenses residentes no Recife e amigos que divulguem esta convocatória nas redes sociais e para as suas listas particulares.


Maiores informações
Tony Porto (99668-9887)
Edson Bezerra (99138-2075)José Hertz (98666-8694)


Informações: COCAR

sábado, 21 de novembro de 2015

HOMENAGEM AO RADIALISTA ANTÔNIO CARLOS

Todos discursaram emocionados engrandecendo o trabalho do cidadão Antônio Carlos, nos seus vário anos como radialista.


A trajetória de um profissional de comunicação é feita de muitos desafios, de arrojo, de determinação e de muita dedicação, então, diante dessa lógica, se manter sempre no topo da informação, por várias décadas, não é para qualquer um.

Neste contexto, o Blog Arcoverde e Cia, vem prestar a mais justa homenagem ao radialista Antônio Carlos, que dedicou vários anos de sua vida para animar, prestar serviços a toda a comunidade de Arcoverde e região, com seu jeito meigo e animado, que conquistou várias adeptos de sua forma de viver.

Antônio Carlos Araujo da Silva, tinha 40 anos e apresentava o programa o Sertão da Nossa Gente na Rádio Cardeal Arcoverde.

Mostrando que tinha uma grande vocação para o Rádio, Antônio Carlos se tornou locutor, apresentando programas musicais de muito sucesso, o que lhe conferiu um grande gabarito e respeito.

Tendo na seriedade e sobriedade suas principais características, Antônio Carlos, foi sem dúvida, um grande ícone do rádio, não só de Arcoverde, como de toda a região e, a Rádio Cardeal Arcoverde, teve a grande honra de contar com esse profissional tarimbado como parceiro e amigo.

Alem do seu velório com várias homenagens de seus amigos e radialista de todas as rádios de Arcoverde, teve nas redes sócias varias homenagens como essas:

Luiza Margarida
Arcoverde amanhece mais triste com a notícia da partida do amigo Antônio Carlos Araújo, grande homem, e ser humano de muitas qualidades. A radiodifusão arcoverdense perde um grande e competente profissional. Nossas orações para que Deus o acolha e conforte seus familiares e amigos.

Eleomar Santos Silva
Tio Antônio. É assim que o considero, quando te conheci logo percebi que você era um homem honrado honesto de caráter com uma personalidade incrível, quem me dera poder rever teu sorriso franco e contagiante teu olhar sincero isso ficará para sempre marcado no meu coração e na minha mente. O que mais poderia te dizer. TE AMO VOCÊ É DEMAIS. Descanse em paz.

Janielson Cordeiro
Hoje não estou nada bem; a cidade de Arcoverde não esta nada bem, não tenho vergonha de dizer que te amava grande amigo, adorava você pelos abraço que só um amigo de verdade sabe dar. Falar em alegria e não tocar no seu nome é impossível, o homem que fazia a alegria dos apaixonados pelas ondas do radio, fiquei me perguntando porque os bons sempre vão cedo? E sei porque eles tem que ser aproveitados por Deus para se tornarem anjos. Não tenho vergonha de dizer que chorei e até agora to chorando. Mano eu queria estar sonhando e não ter recebido essa noticia .‪Toin‬ meu venho vai e brilha no céu as estrelas estavam com inveja de teu brilho aqui na terra .

Micael Lima
Uma tristeza imensurável abateu o meu coração na manhã de hoje, não tenho vergonha de dizer que hoje eu chorei como poucas vezes na minha vida.
Arcoverde perdeu um grande cidadão, um homem que esbanjava felicidade, fazia questão de nos alegrar todos os dias.
A radiofonia interiorana perde um profissional dedicado e que verdadeiramente amava aquilo que fazia.
Eu perdi o meu mestre, o meu professor do rádio, o meu amigo que tanto me apoiou. Devo a ti Antônio Carlos Araújo tudo o que aprendi no Rádio. Pacientemente me ensinou a manipular uma mesa de som, me ensinou como eu deveria me comunicar com o público.
Mais que isso, este homem também foi um exemplo de como devemos viver nossas vidas. Inúmeras foram as vezes em que eu cheguei abatido para trabalhar, seja por problemas profissionais, pessoais... mas ele nos mostrava todos os dias que a vida deve ser vivida de uma forma alegre, e que os microfones de uma emissora de rádio deve ser usado para que comunicadores alegrem um pouco mais o dia a dia das pessoas.
Antônio Carlos tinha 40 anos e durante quase metade de sua vida, nos últimos 17 anos trabalhou na Rádio Emissora Cardeal Arcoverde, e durante dois anos eu tive a oportunidade de trabalhar e aprender com um dos maiores profissionais, um grande ser humano.
Que Deus te guarde em um bom lugar lá no céu, pois aqui na terra tu vais estar sempre em meu coração. Vai com Deus, meu professor, meu mestre, meu eterno amigo!

Vítor Lima
Tudo que sei e aprendi foi ele quem me ensinou, se sou um dos que fazem parte da Rádio Cardeal foi graças a ele, cara super humilde um dos únicos que acreditou em mim quando eu iniciava ainda garotinho na rádio cardeal, quem me deu as primeiras aulas foi Val Bezerra, e na sequencia aprendi todo o resto com ele, muitos diziam "ele é muito novo não da certo" e ele foi um dos únicos que disse "vai sim ele vai ter muito talento" e com essas palavras eu posso dizer hoje que faço parte da AM 600, um cara que nunca tive qualquer tipo de problema, sempre poderia contar com ele. Eu ficava tão feliz quando chegava o sábado porque era o dia que ele me deixava no controle do Roberto Carlos Especial e eu ia aprendendo cada vez mais, ele falava "senta aí, o comando do programa hoje é seu" e eu ficava mega feliz, eu aprendia olhando ele, não desmerecendo ninguém, mas, era o melhor sonoplasta que eu conhecia era impressionante a forma e a rapidez como ele trabalhava a competência era grande, quando fui informado desta triste noticia foi como tivesse recebido a noticia do falecimento de um irmão, porque era como ele me travava, como um irmão, dia muito triste não só pra mim, mas, para todos que o amavam e conheciam, o grande Antônio Carlos Araújo vou sentir muito sua falta nas manhãs da rádio cardeal, não só eu mas, todos os ouvintes e amigos que o acompanhavam, que Deus te receba de braços abertos grande "Tonho", a Rádio Cardeal perde uma voz e uma grande técnica e habilidade que só você tinha. Descanse em paz Antônio Carlos Araujo da Silva "Tonho" nunca esquecerei de você.

Leyde Ferreira
Não há nenhuma dor que se compare à perda de um ente querido. Não há nada que repare o sofrimento de ver alguém que amamos partir. Para quem fica, resta a saudade, a tristeza e a inconformidade. O tempo não irá apagar a dor e a saudade, mas certamente irá apaziguar e amenizar tamanho sofrimento.
Diante da morte não há nada que possamos fazer a não ser rezar. É preciso rezar por aquele que amamos e que partiu, para que descanse em paz e encontre a luz para continuar crescendo espiritualmente. Mas é preciso rezar também por aqueles que ficam, para que encontrem conforto e consigam enviar pensamentos de paz para quem agora já não está entre nós.
Não podemos nos entregar ao sofrimento. É preciso seguir adiante com a vida, o nosso caminho ainda está por fazer. Levemos viva conosco a lembrança de quem perdemos, lembremos com amor e carinho sempre, mas honremos a sua memória vivendo a nossa vida em paz e com alegria. Os meus mais sinceros pêsames pela sua perda. Que Deus ilumine você!

Essas foram algumas homenagens feitas nas redes sociais pelos seus amigos.

O Blog Arcoverde e cia, bem como o seu idealizador Orlando Limeira, com muito orgulho, saudade e satisfação, vem prestar as mais justas homenagens a esse grande representante do rádio, que foi pela sua história fantástica e pelo seu exemplo notável de garra e superação, aquele que só deixou SAUDADES !!! 
Descansa em PAZ Antônio Carlos Araújo.

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Fique Sabendo a diferença entre, Dengue, zika ou chikungunya?




O Brasil vive uma epidemia de dengue com mais de 745 mil casos só neste ano. Mas esta não é a única doença transmitida pelo mosquito aedes aegypti que tem trazido dor de cabeça às autoridades brasileiras.

Nos últimos meses, o país passou registrar casos de duas “primas” da dengue. Elas atendem pelos nomes exóticos de chikungunya e zika, são transmitidas pelo mesmo mosquito e têm alguns sintomas semelhantes.

Mas não se engane: as doenças são diferentes. Veja a seguir quais são os sintomas de cada uma delas.


Dengue


Doença: Dentre as três, é a mais conhecida e presente no Brasil. O país vive hoje uma epidemia da doença com 367,8 casos para cada 100 mil habitantes registrados até o dia 18 de abril.

Transmissão: O vírus da dengue é transmitido pela picada do mosquito aedes aegypti. 

Sintomas: Febre alta (geralmente dura de 2 a 7 dias), dor de cabeça, dores no corpo e articulações, prostração, fraqueza, dor atrás dos olhos, erupção e coceira na pele. Nos casos graves, o doente também pode ter sangramentos (nariz, gengivas), dor abdominal, vômitos persistentes, sonolência, irritabilidade, hipotensão e tontura. Em casos extremos, a dengue pode matar - até 18 de abril foram registrados 229 óbitos.

Tratamento: A pessoa com sintomas da dengue deve procurar atendimento médico. As recomendações são ficar de repouso e ingerir bastante líquido. Não existem remédios contra a dengue. Caso apareçam os sintomas da versão mais grave da doença, é importante procurar um médico novamente.
Chikungunya

Doença: Até 18 de abril deste ano, foram registrados 1.688 casos de chikungunya. Os primeiros casos “nativos” da doença no Brasil apareceram em setembro do ano passado em Oiapoque, no Amapá. Antes disso, já haviam sido detectados casos de pessoas que contraíram a virose fora do país. A origem do nome chikungunya é africana e significa “aqueles que se dobram”. É uma referência à postura dos doentes, que andam curvados por sentirem dores fortes nas articulações.

Transmissão: É transmitida pelos mosquitos aedes aegypti (presente em áreas urbanas) e aedes albopictus (presente em áreas rurais).

Sintomas: O principal sintoma é a dor nas articulações de pés e mãos, que é mais intensa do que nos quadros de dengue. Além disso, também são sintomas febre repentina acima de 39 graus, dor de cabeça, dor nos músculos e manchas vermelhas na pele. Cerca de 30% dos casos não chegam a desenvolver sintomas. Segundo o Ministério da Saúde, as mortes são raras.

Tratamento: Como no caso da dengue, não há tratamento específico. É preciso ficar de repouso e consumir bastante líquido. Não é recomendado usar o ácido acetil salicílico (AAS) devido ao risco de hemorragia.
Zika


Doença: A doença pode ter sido detectada na Bahia, mas ainda não está confirmada. A suspeita é de que ela tenha sido trazida para o Brasil durante a Copa do Mundo.

Transmissão: Mais uma vez, o aedes aegypti é o vilão da história. Mas o vírus também é transmitido pelo aedes albopictus e outros tipos de aedes.

Sintomas: O vírus não é tão forte quanto o da dengue ou da chikungunya e os pacientes apresentam um quadro alérgico. Os sintomas, porém, são parecidos com os das doenças “primas”: febre, dores e manchas no corpo. Quem é infectado pelo zika também pode apresentar diarreia e sinais de conjuntivite.

Tratamento: Assim como nas outras viroses, o tratamento consiste em repouso, ingestão de líquidos e remédios que aliviem os sintomas e que não contenham AAS. 



Os estados onde a dengue mais matou em 2015 (até agora)

Em 2015, já foram registradas 229 mortes causadas pela dengue no Brasil e a maior parte delas ocorreu no estado de São Paulo; veja onde a dengue mata mais.

NÃO SÓ OS VEÍCULOS VIVEM ESTACIONADOS EM ARCOVERDE. MUITAS MOTOS ESTACIONADAS.

São mais de 26.000 veículos registrado pela Arcotrans em Arcoverde no Sertão de Pernambuco. E o que mais estão sendo observadas na cidade são as quantidades de motos que ficam estacionadas em várias imediações. 
Na rua que da acesso do colégio Onze de Setembro a avenida Antonio Japiassu foram vistas várias motocicletas estacionadas e com isso vem aumentando o número de motos no município.
Foto e fonte: Gilson Martins (O Repórter GM).

Prefeitura de Arcoverde conta com a população para vencer a Dengue e a Chikungunya






Informações da prefeitura de Arcoverde

Como todos os 185 municípios de Pernambuco, Arcoverde enfrenta um desafio: vencer o Aedes aegypti. É que o mosquito da Dengue está mais perigoso. Ele agora transmite também a Chikungunya, uma doença que como a Dengue causa febre, dor de cabeça e atrás dos olhos, e dores ainda mais intensas nas articulações. E a Prefeitura conta com a população para vencer esta batalha.


De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, Pernambuco – e boa parte do Brasil – enfrentam um forte crescimento das duas doenças, especialmente, a Dengue. No Estado houve um crescimento de 564,32% nos registros de casos suspeitos de Dengue em relação ao mesmo período de 2014. No ano passado foram notificados 17.217 casos. Em 2015, o número chega a 114.376 notificações.


Neste cenário desfavorável – tanto Estadual quanto Nacional – seria impossível que Arcoverde também não fosse atingida pelos efeitos de um avanço tão intenso das duas doenças. Mas é preciso informar a população e destacar que várias outras cidades pernambucanas e brasileiras apresentam situações muito mais graves que a nossa. Segundo boletim oficial do Estado, o município não está incluído entre os que apresentam maior número de casos. Até mesmo cidades próximas registram incidências muito mais elevadas.


Desde agosto deste ano, a Secretaria de Saúde de Arcoverde iniciou um trabalho de conscientização junto à população, reunindo as comunidades para alertar sobre as formas de prevenção, diagnóstico e tratamento, especialmente devido à introdução do vírus da Chikungunya. Para a eliminação dos focos do mosquitoAedes aegypti, a Prefeitura utilizou recursos próprios na compra de bombas costais, que são muito efetivas para o bloqueio de casos. O Fumacê está nas ruas, pulverizando o ambiente. O trabalho da equipe de endemias, que naturalmente já aumenta neste período, foi ainda mais intensificado a partir de outubro, com visitas às residências para combater os focos.


Importante destacar que as medidas para evitar um avanço ainda maior da Dengue e Chikungunya em nossa cidade foram fruto de um esforço da Prefeitura. É que o Governo Federal, através do Ministério da Saúde, deixou de cumprir uma medida que é de sua exclusiva responsabilidade: durante três meses não foi enviado ao município o larvicida para o controle do Aedes aegypti, deixando a população exposta também ao avanço da Zika – outra doença transmitida pelo mosquito -, além da Dengue e Chikungunya. Registre-se também: nenhum outro poder, além do Governo Federal, e nem mesmo empresas privadas, têm autorização para comprar o larvicida. Ou seja, mesmo que tentasse a Prefeitura não poderia adquirir o produto.


Mas a hora não é de lamentar e sim de agir. E é o que a Prefeitura de Arcoverde está fazendo. Mas para isso, é preciso contar com a parceria da população. Para a dengue ter fim, só tem um jeito: acabar com a água parada toda semana. Não deixar água acumulada em pneus velhos ou vasos de plantas é fundamental. E também manter caixas d’água e reservatórios sempre tampados. Só com a união de todos é possível vencer a Dengue e a Chikungunya. A Prefeitura de Arcoverde segue lado a lado com a população no combate ao mosquito. E cada um tem que fazer a sua parte.


Foto: Divulgação
Fonte: Arcoverdereporter.

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Preços para regularizar 'cinquentinha' em Arcoverde e Caruaru têm base em taxas de PE

Condutores de motocicletas 'cinquentinhas' serão fiscalizados (Foto: Reprodução/ TV Asa Branca)Condutores de motocicletas 'cinquentinhas' serão
fiscalizados (Foto: Reprodução/ TV Asa Branca)

Além disso, Detran informa que taxa do seguro segue um valor nacional.
Lei municipal exige o registro deste tipo de veículo desde dezembro.


As motocicletas "cinquentinhas" estão sendo regularizadas em Arcoverde e Caruaru, Agreste, e o valor total é de R$ 524, de acordo com o Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE). Os condutores, além de pagar o seguro exigido nacionalmente para todo veículo automotor, que custa R$ 293, deverão comprar a placa de R$ 103 e fazer o emplacamento com custo de R$ 128, preços exigidos em todo o estado, segundo Ivanildo Pereira, agente de trânsito do Detran.
Uma lei municipal, em vigor desde 1º de dezembro, exige o registro destes veículos e, antes dos serviços no Detran, a Autarquia Municipal de Defesa Social, Trânsito e Transportes (Destra) está efetuando o cadastro das motocicletas até o dia 31 de maio. A reclamação por conta disso é constante. Na manhã desta quarta-feira (11), um grupo de pilotos realizou um manifesto pelas ruas da cidade pedindo a redução das taxas. "O problema é que estes veículos são vendidos com a promessa de que são isentos de taxas", comenta Pereira.
De acordo com Alex Monteiro, diretor de trânsito da Destra, após o período de cadastramento, as cinquentinhas que forem encontradas sem emplacamento serão apreendidas em conformidade com as leis de trânsito, sendo recolhidas até que a situação se normalize.
Cadastro
O procedimento é realizado na sede da Destra, na Rua Gumercindo Cavalvanti, em Arcoverde e na Rua José Mariano de Lima, número 69, Bairro Universitário, em Caruaru, de 8h às 13h. É necessário, segundo a assessoria de imprensa da Destra, levar originais e cópias da nota fiscal original do veículo, RG e CPF, além da cópia do comprovante de residência. Com a conclusão do cadastro, a autarquia emitirá uma autorização com validade de 30 dias para que o proprietário efetue, no Detran, o registro, a matrícula e o emplacamento.
Fonte: G1.

quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Campanha Arcoverde Solidaria devolve a um empresário seu sonho de uma vida levada pelo fogo durante incêndio em Setembro passado


No último dia 26 de Setembro passado a  população de Arcoverde no sertão do estado  assistiu  de pé sem nada poder fazer  o fogo  queimar por completo  um patrimônio  construído passo a passo  pelo empresário Paulinho  que foi sua  loja Paraíso das Bolsas localizada na praça do São Cristóvão próximo a igreja que leva o mesmo nome.   
Como quem tem amigos não estar sozinho, passados os primeiros dias do incêndio, um grupo de empresários e amigos sensibilizados com a situação  deram início a uma das mais significantes campanhas solidarias de toda a historia da cidade  para trazer de volta  o sonho de um amigo que  assim como tantos outros lutou a vida inteira para realizar seu sonho.
Se de um lado para o empresário  tudo parecia perdido, do outro lado no inicio de noite desta terça feira(03) dezenas de amigos  envolvidos na campanha  promoveram um ato ecumênico para devolver ao empresário a esperança  perdida naquela noite de sexta feira 26.

Durante pouco mais de 30 dias de campanha que  foi batizada de Arcoverde Solidaria  foram arrecadados  cerca de 70 mil reais que foram repassados  ao proprietário da Paraíso das Bolsas que também recebeu  outras doações  vindas dos fornecedores  que assim como os amigos se sensibilizaram com a  causa. 


Como na vida  diante das circunstâncias tem  suas soluções, para felicidade do empresário   Paulinho, com a ajuda dos amigos e solidariedade de todas as partes  uma  nova loja foi reaberta  com os mesmo produtos  que serão comercializados da mesma forma  antes do incêndio. 
Foto Roberval Ramos.

Fonte: Girosocial.

terça-feira, 3 de novembro de 2015

Arcoverde realiza encontro de bois e similares em novembro


        No próximo dia 21 de novembro a cidade de samba de coco vai realizar o seu I Encontro de Bois e Similares, organizado pela Liga Cultural de Bois e Similares de Arcoverde. O evento acontecerá na Estação da Cultura, na antiga estação ferroviária, a partir das 16h.

Para isso, o presidente da entidade, Everaldo Marques, está convidando todos os bois, ursos e jaraguás para participarem do evento. Na lista estão pelo menos 22 bois e nove ursos, mas o encontro é aberto a todos que quiserem participar.

A cultura dos bois renasceu em Arcoverde em 2003, durante o Carnaval, quando o então evento recebeu o batismo de Carnaval Folia dos Bois. Na época, apenas 03 bois se apresentaram, entre eles o boi Labareda, um dos mais antigos da cidade, com mais de 50 anos.

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Cemitério traz QR Code em túmulos de personalidades em Sorocaba

Com celular, é possível ver fotos e história de figuras ilustres da cidade.Expectativa é que 50 mil pessoas visitem os cemitérios de Sorocaba.

Do G1 
 Visitantes que forem até o Cemitério da Saudade, no Além Linha, em Sorocaba (SP) nesta segunda-feira (2), Dia de Finados, poderão conferir informações sobre as personalidades da cidade que estão sepultadas no local por meio do celular. A prefeitura implantou QR Code, um código que pode ser lido com um aplicado no celular, nos principais túmulos.
Com celular, é possível ver fotos e história de figuras ilustres de Sorocaba (Foto: Assis Cavalcanti / Secom)
Com celular, é possível ver fotos e história de
figuras ilustres (Foto: Assis Cavalcanti / Secom)
Quem portar um smartphone com aplicativo de leitura do QR Code poderá acessar instantaneamente informações detalhas sobre a pessoa sepultada, como foto, data e local de nascimento, história de vida e profissional, entre outras informações.
Entre as figuras ilustres da história de Sorocaba que constam do banco de dados do QR Code estão os ex-prefeitos Eugênio Salerno, José Crespo Gonzáles e Armando Pannunzio, o padre Aloísio de Almeida e o ex-escravo João de Camargo.
Para que o código possa ser escaneado, é preciso contar com um aparelho celular que possua câmera digital, acesso a internet e um software de leitura para QR Code. Outra novidade nos cemitérios de Sorocaba é um portal para consultar a localização dos túmulos nos cemitérios da cidade.
Cemitério tem QR Code em túmulos de personalidades em Sorocaba (Foto: Assis Cavalcanti / Secom)
Cemitério tem QR Code em túmulos de famosos
em Sorocaba (Foto: Assis Cavalcanti / Secom)
A expectativa da prefeitura é de que aproximadamente 50 mil pessoas visitem os quatro cemitérios por ocasião da celebração do Dia de Finados. Os sacrários ficarão aberto até às 17h.
Confira os endereços dos cemitérios municipais:
Saudade: Praça Pedro de Toledo, s/n°, no Além-Linha - 3231-1402
Aparecida: Rua Quirino de Melo s/n°, em Aparecidinha – 3225-4382
Consolação: Rua Alcindo Guanabara, s/n° Vila Haro – fone 3227-9011
Santo Antonio: Rua Luiz Gabriotti nº 871, Wanel Ville – 3221-4448
Itapetininga
'QR Codes' colados em túmulos trazem informações sobre homenageados (Foto: Arquivo Pessoal/ Jefferson Biajone)
'QR Codes' trazem informações sobre homenageados
(Foto: Arquivo Pessoal/ Jefferson Biajone)
Alunos da Faculdade de Tecnologia (Fatec) em Itapetininga (SP) instalaram “QR Codes” em túmulos de três ex-combatentes que estão enterrados no cemitério da cidade. Com qualquer aplicativo de celular que lê o código de barras, os visitantes do cemitério podem ver fotos e a biografia dos personagens que lutaram na Segunda Guerra Mundial e na Revolução de 1924, 1930 e 1932.
“É um orgulho muito grande ter o nome do meu pai envolvido em um projeto inédito na região, acho que até no país”, comenta Afrânio Franco de Oliveira Mello, filho de Antenor de Oliveira Mello Júnior, soldado que lutou na Revolução Constitucionalista de 1932.
Estudantes e professores de disciplinas do Curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas trabalharam no projeto de iniciação científica desde março deste ano. A ação teve apoio do Instituto Histórico Geográfico e Genealógico de Itapetininga (IHGGI), o Núcleo MMDC de Itapetininga, o Museu da Imagem e do Som (MIS) e o Portal dos Ex-Combatentes de Itapetininga, entidades cívico-culturais que objetivam resgatar a memória e os feitos de cidadãos do município.
Para o aluno Sergio Peiretti, o objetivo é tornar a história desses personagens mais interessantes com tecnologia acessível. “Até mesmo o coveiro do cemitério, quando viu os códigos, pegou o celular para ver. Ele ficou alguns minutos lendo e impressionado por ver algo assim em um cemitério. Espero que a mesma reação aconteça com todos os que visitam o cemitério, já que quase todo mundo tem smartphone atualmente e muitos têm leitor de QR Code”, ressalta.
Além do soldado Antenor de Oliveira Mello Júnior, foram homenageados o capitão Francisco Fabiano Alves, que lutou nas revoluções de 1924, 1930 e 1932; e José Ribamar de Montello Furtado, que foi 1° tenente da Força Expedicionária Brasileira na Segunda Guerra Mundial. Os três sobreviveram às batalhas e morreram anos depois dos confrontos.
Para o Dia de Finados, na próxima segunda-feira (2), os estudantes também irão oferecer cartilha aos visitantes com o trajeto para a visitação de todos os 15 combatentes enterrados no cemitério. “Esse é só o começo para que todos tenham suas histórias contadas nesse projeto”, conclui Afrânio Franco de Oliveira Mello.
Afrânio Mello é filho de ex-combatente e ressalta orgulho pelo projeto (Foto: Arquivo Pessoal/ Jefferson Biajone)Afrânio Mello é filho de ex-combatente e ressalta orgulho pelo projeto (Foto: Arquivo Pessoal/Jefferson Biajone)
Fonte: G1.

Saiba a origem do Dia de Finados e como data é lembrada no mundo

Origem do feriado remete ao ano 998, data em que um monge beneditino instituiu a obrigatoriedade de se rezar pelos mortos

Dia de Finados, 2 de novembro, é conhecido no Brasil como a data marcada por idas ao cemitério. Em outros lugares do mundo, a efeméride tem o mesmo significado mas é lembrada de formas diferentes. No México, por exemplo, as pessoas têm o costume de fazer grandes festas e usar fantasias coloridas de caveiras para homenagear os mortos.
A origem deste feriado remete ao ano 998. Antes, já existia o costume de se enterrar e se rezar pelos mortos, mas a data de 2 de novembro foi oficialmente instituída por um monge beneditino, Odilo de Cluny, que viveu do ano 962 ao ano 1049.
Na data, o monge ordenou aos clérigos de sua abadia e a todos aqueles que seguissem a Ordem Beneditina que deveriam rezar pelas almas dos mortos. O costume se popularizou a partir do século XII, quando deixou de ser algo somente da igreja.
Veja na galeria abaixo como o dia é celebrado ao redor do mundo.
 Em 2 de novembro, Dia de Finados no Brasil, pessoas lotam os cemitérios e deixam flores e objetos em homenagens aos parentes que já se foram. A data é um dia triste e de memória para muitos. Foto: HUGO ARCE / Fotos Públicas
 Em 2 de novembro, Dia de Finados no Brasil, pessoas lotam os cemitérios e deixam flores e objetos em homenagens aos parentes que já se foram. A data é um dia triste e de memória para muitos. Foto: José Cruz/ABr
O Dia dos Mortos no México é uma verdadeira festa e atrai turistas de todas as partes do mundo. Na data, as pessoas têm o costume de vestir fantasias coloridas de caveira para homenagear os mortos. Foto: Abril Cabrera/Secretaria da Cultura
 O Dia dos Mortos no México é uma verdadeira festa e atrai turistas de todas as partes do mundo. Na data, as pessoas têm o costume de vestir fantasias coloridas de caveira para homenagear os mortos. Foto: Abril Cabrera/Secretaria da Cultura
Na Espanha, o Dia de todos os Santos, 1º de novembro é considerado o Dia de Finados. Lá, o feriado é lembrado de forma muito similar ao Brasil, com os parentes visitando os cemitérios. Além disso, as cidades espanholas também recebem paradas em homenagem aos mortos e é feito um doce típico para a ocasião, conhecido como Osso dos Mortos. Foto: Reprodução/ Twitter
Na Espanha, o Dia de todos os Santos, 1º de novembro é considerado o Dia de Finados. Lá, o feriado é lembrado de forma muito similar ao Brasil, com os parentes visitando os cemitérios. Além disso, as cidades espanholas também recebem paradas em homenagem aos mortos e é feito um doce típico para a ocasião, conhecido como Osso dos Mortos. Foto: Reprodução/ Twitter
No Japão, o Dia de Finados acontece no dia 15 de agosto é marcado pelo Festival Obon.  De acordo com crenças budista, na data os espíritos dos antepassados retornam às suas casas. O fogo é o elemento que representa o caminho dos antepassados. O dia da despedida é marcado pelo ritual das lanternas flutuantes. Foto: Reprodução/ Twitter
No Japão, o Dia de Finados acontece no dia 15 de agosto é marcado pelo Festival Obon.  De acordo com crenças budista, na data os espíritos dos antepassados retornam às suas casas. O fogo é o elemento que representa o caminho dos antepassados. O dia da despedida é marcado pelo ritual das lanternas flutuantes. Foto: Reprodução/ Twitter
Em 2 de novembro, Dia de Finados no Brasil, pessoas lotam os cemitérios e deixam flores e objetos em homenagens aos parentes que já se foram. A data é um dia triste e de memória para muitos. Foto: HUGO ARCE / Fotos Públicas
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...