segunda-feira, 6 de julho de 2015

Exagerou nas comidas de São João? Confira dicas para eliminar os excessos

 
Pegou pesado nos quitutes juninos e sentiu o organismo reclamar após as festividades de São João? Algumas mudanças na alimentação e adoção de alguns hábitos mais saudáveis nestes dias que sucedem o período de festas podem ajudar você a eliminar aqueles “quilinhos extras” adquiridos. O Casa Saudável conversou com a nutricionista esportiva Graça Albuquerque e reuniu algumas dicas para compensar os excessos na data festiva.

Passar os dias depois festas tomando chá desintoxicantes é o primeiro passo. “Chás desintoxicantes, como o de cavalinha, chapéu de couro e hibisco ajudam a se livrar da retenção de líquido, causada principalmente pelo consumo de álcool, e ainda têm ação termogênica”, recomenda a nutricionista. Para turbinar ainda mais a ação dos chás, uma boa dica é adicionar folhas de alecrim ou hortelã – que têm ação termogênica – ou raspas de gengibre, com ação termogênica e que ativa o metabolismo e ajuda a eliminar mais rapidamente os excessos.

Depois de um período de excessos, é realmente difícil voltar à rotina mais regrada no quesito alimentação. A dica da especialista é optar pelas frutas. “O ideal é comer muitas frutas, como melancia, melão e abacaxi, que vão ajudar com as fibras e sempre associando com a chia, que dá a sensação de saciedade”, explica Graça. As frutas vermelhas, como acerola, morango e framboesa, são ainda mais recomendadas. “Todas essas frutas têm ação antioxidante, combatendo os radicais livres que ocasionam as ações inflamatórias. Elas inibem a função do radical livre, aumentando a imunidade e protegendo o organismo”.

Nestes dias também é preciso ficar atento à hidratação. “Deve-se tomar bastante líquido. Água de coco e água mineral para hidratar, principalmente a água mineral alcalina, que ajuda a liberar a quantidade de toxinas nos excessos de São João”, explica a nutricionista Graça Albuquerque.

Quanto às proteínas, o recomendado é procurar optar por peixes. “Os peixes têm uma digestão mais rápida. Sem falar na ação do ômega, que ajuda na ação anti-inflamatória. Pode ir pro salmão e pro atum, por exemplo”, pontua a especialista. Já em relação aos carboidratos, a dica é consumir os chamados carboidratos do bem. Batata-doce, quinoa, lentilha, grão-de-bico e feijão azuki (feijão com baixo índice glicêmico) são algumas das opções.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...