quarta-feira, 22 de abril de 2015

10 dicas infalíveis (ou quase) para otimizar seus estudos e mandar bem nas provas [+ Bônus]

Se você é daqueles que nunca precisou estudar por horas antes de uma prova e sempre foi bem nelas, eu tiro meu chapéu para você. Por outro lado, para os meros mortais como eu, o semestre mal começa e já estamos nos arrastando pelos corredores da faculdade lamentando sobre a quantidade de matéria para estudar em pouco tempo.
Normalmente, quando o problema não é o tempo, é a motivação, ou os dois juntos. A arte da procrastinação começa com aquela famosa situação em que você abre todos os livros, separa as canetas, faz um cronograma de estudo, checa as redes sociais, enche a garrafinha de água, olha o e-mail, faz carinho no cachorro, olha a caixa de correspondências do prédio inteiro, passa na cozinha para um lanchinho e por aí vai, até que o tempo acaba e você fez tudo, menos estudar. Se você se identificou com as situações, não se preocupe, ainda dá tempo de mudar sua rotina. Embora algumas sejam clássicas, as dicas 10 dicas que selecionamos para otimizar seus estudos podem te ajudar (e muito).
Fonte: scdlifestyle.com
Fonte: scdlifestyle.com
Separei 10 dicas infalíveis (ou quase), para que você possa otimizar os seus estudos e mandar bem nas provas, confira!

1. Faça um cronograma

Um que você vá cumprir, de preferência. Assim que for recebendo as tarefas, encaixe-as no cronograma e divida o tempo da maneira mais proveitosa, de forma que você saiba que vá fazer e não uma missão impossível. Ter uma agenda pode te ajudar com as datas para que você não descubra nenhuma prova cinco minutos antes da mesma começar (para ela funcionar só não pode esquecer de anotar, né?).
Fonte: expeditionsofelrse.wordpress.com

2. Não acumule a matéria

Vou deixar para estudar no dia anterior para não esquecer nada.” Quem nunca? Pois é, mas o ideal é não deixar acumular e ir estudando o conteúdo ao longo das aulas, assim você só revisa antes da prova. Muitos preferem dar uma lida na matéria antes mesmo da aula referente ser lecionada, o que faz com que você tenha um interesse maior (pois já tem uma noção do conteúdo), possa tirar dúvidas e comece a criar conexões entre o que leu e o que o professor fala.
Fonte: mysciencework.com

3. Faça anotações

Muitos preferem só ler o conteúdo e não perder tempo anotando, mas as anotações podem ser importantes. Não precisa copiar o livro inteiro ou todos os slides, apenas aquilo que você achar relevante e a sua interpretação sobre o que leu. Escrever do seu jeito é mais fácil de lembrar do que tentar decorar aquele parágrafo técnico do livro. Outras anotações importantes são aquelas que você faz em sala de aula e enche o caderno de asteriscos vermelhos. Elas te ajudam a compreender melhor a matéria e ainda evitam que você durma ou viaje na maionese enquanto o professor explica. Dica: se o professor passa os slides para você estudar, não copie os slides, copie o que ele fala e que não está nos slides. Copiar os slides pode te fazer perder o foco da aula e é irrelevante se ele vai passar o material depois.
Fonte: realmeindia.com


4. Durma bem e faça atividade física

Quem sou eu para dizer que você precisa ter uma boa noite de sono ou praticar atividades físicas?. Mas o assunto é sério. O sono é tão traiçoeiro que se você passa algumas noites sem dormir vira uma representação perfeita de um zumbi eisso prejudica seu aprendizado e todas as outras funções básicas . Enfim, às vezes é melhor dormir algumas horinhas e tentar lembrar algo a virar a noite decorando o conteúdo e dormir em cima da prova. Outro ponto é referente aos exercícios físicos, aqueles que você nunca tem tempo ou coragem, que ajudam a aliviar o estresse e contribuem para sua saúde. Ter uma boa alimentação também é essencial, além de ajudar a evitar aquela famosa gastrite que atormenta boa parte dos universitários.
Fonte: realmeindia.com

5. Encontre seu ambiente de estudo

Encontre um lugar em que você possa estudar. Alguns conseguem concentrar com música, enquanto outros só conseguem aprender em locais extremamente silenciosos. Outro caso é quando você está em um ambiente barulhento e usa a música para abafar os sons ao redor. Uns preferem grupos de estudo e outros estudar sozinho. Descubra em qual situação você consegue fixar mais conteúdo.
Fonte: collegian.tccd.edu

6. Faça pausas

Sabe quando você está arrancando os cabelos porque já tentou resolver um exercício mil vezes e não conseguiu a resposta? Então, é hora de fazer uma pausa para dar uma relaxada e, quando voltar, descobrir seu erro bobo na questão. Ah, não vale assistir um episódio de série a cada dez minutos de estudo! Neste post você irá aprender como utilizar a técnica de Pomodoro (que envolve pausas e divisão do tempo de estudo) na otimização do seu tempo, vale conferir.
Fonte: facilething.com


7. Faça associações

Quem nunca decorou as iniciais de uma lista enorme de itens que cairiam na prova, fez musiquinha ou formou palavras/frases com as variáveis das fórmulas? O ato de fazer associações te ajuda a lembrar. Não só os famosos macetes, mas associar o conteúdo, entender o que você está lendo, entender o raciocínio ao invés de decorar fazem toda a diferença. No ciclo básico da engenharia temos a mania de só querer jogar na fórmula para achar a resposta, mas entender o conteúdo é essencial.
fonte: vectorstock.com

8. Dê um tempo naquilo que te distrai

Acho que você já entendeu que ficar checando a conversa daquele grupo no Whatsapp a cada dez minutos não vai te ajudar a otimizar seu tempo.
Fonte: lakeshorebranding.com

9. Cinco minutinhos

Não, nada de função soneca ou de mais cinco minutos no Facebook. A técnica dos cinco minutos consiste em aceitar o desafio de começar uma tarefa e realizar durante cinco minutos. É o pontapé inicial, após cinco minutos você tem mais chances de continuar fazendo e até mesmo terminar a tarefa.
Fonte: seacons.com.br

10. Não tente passar você mesmo para trás

Se você estabelece duas horas de estudo e passa meia hora bordando um gráfico no caderno para não precisar fazer todos os exercícios, saiba que o únicoprejudicado na história é você. Ninguém pode aprender ou fazer a prova por você, então todo aquele tempo que você passa enrolando poderia ser usado a seu favor. Sentiu uma pontinha de culpa? Não faz mal, a culpa é o primeiro passo para você começar a estudar.
Fonte: gupsa.org.au

11. Bônus!

Se você já tentou de tudo e não consegue concentrar na matéria, procure um jeito diferente de estudar. Aqui no BDE você encontra vários textos em uma linguagem simples sobre algum conteúdo, por exemplo. Você também pode apelar para vídeos, esquemas e outros meios. Use suas melhores habilidades no processo de aprendizado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...