quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Desabafo No Facebook sobre O CENTRO DE EDUCAÇÃO FÍSICA DE ARCOVERDE


De Leonildo Limeira da Silva
Após passar por lá, cheguei em casa e escrevi,

CENTRO DE EDUCAÇÃO FÍSICA DE ARCOVERDE
Arcoverde, quarta 17 de Julho de 2013
Vergonha, tristeza, raiva, saudade, não sei qual palavra define o meu sentimento em relação ao que vi hoje.
Após algum tempo, passei pelo Centro de Educação Física de Arcoverde, antigamente chamado de Centro da Juventude, o que vi Lixo e abandono, mais também tinha lá jovens, aqueles que davam o nome fantasia ao espaço, porém, os jovens que lá estavam não praticavam esportes como nas décadas de setenta, oitenta e noventa, mas sim usavam drogas.
Lembrei-me do tempo em que comecei a frequentá-lo, e não deixei de recordar o ano mil novecentos e oitenta e três, ano no qual iniciei minha vida esportiva, nas escolinhas de treinamento, primeiro no futebol de salão, assim chamado na época, e posteriormente no esporte que abracei na vida o Handebol, lembrei-me dos meus antigos companheiros, Ezequias, Sandro, Têta, Helder e tantos outros que não posso citar pois não caberia, e dos meus antigos mestres, professores que foram exemplo para toda uma juventude arcoverdense. Tais como professor Aluízio, que esperávamos ansioso sua chegada, no seu Corcel I verde, para começar o treino de futebol de salão, pois era o professor da Escola Jornalista Edson Régis, onde estudei da primeira à oitava série. No ano de mil novecentos e oitenta e quatro ingressei no handebol com meu professor Paulo Amaral, este que se tornaria um grande amigo e parceiro de outras jornadas esportivas. Como não lembrar-me de outros Mestres que estavam sempre naquele espaço dando mostra do amor pelo esporte e pelo “centro”, Professora Bebinha, Professor Valdênio e tantos outros que passaram por lá.
Quero dedicar esse parágrafo para falar do Professor-diretor Tavanes, este que por mais de vinte anos dedicou sua vida a essa instituição, zelando, honrando e mantendo em ordem como todo espaço para jovens deve ser.
Ao chegar à minha casa comecei recordar de tudo que vivi ali por quase dezoito anos de minha vida, lembrei-me dos grandiosos Jogos Escolares de Arcoverde, onde vi desfilar naquela passarela do esporte craques de várias modalidades, como por exemplo, Léo, Niva, Boquinha, Buquinha e Reginaldo no Futsal, vi também Professor Silvão inovar no basquete e vi jogar atletas como Diógenes e Marcílio, grandes jogadoras e jogadores de vôlei, e também lembro-me com saudade de chegar cedo a quadra coberta, para ficar na porta e esperar alguém colocar-me para dentro e assistir aos embates inesquecíveis do Handebol entre Cardeal e Japiassú, e ver craques como Élson do Japiassú, Mesquita e o Mago Sidney do Cardeal.
Então agora ao passar por lá o que vi desprezo, abandono e sujeira, e pior, jovens usando drogas como uma “cracolândia” daquelas das grandes cidades. Então, não nego senti marejar lágrimas dos meus olhos, só aí percebi o quanto aquele espaço fez parte da minha formação de Homem e Cidadão, então resolvi escrever e mostrar o quanto o “CENTRO” foi importante para várias gerações da nossa cidade.
Agradeço a todos que fizeram com zelo, amor e honestidade o antigo CEFAV, Centro de Educação Física de Arcoverde, ou apenas, Centro da Juventude.
E por fim rogo a Deus que ilumine os que “DEVEM” e podem ressuscitar esse espaço, e que o faça o mais rápido possível, pois essa juventude necessita daquele salvador de vidas do qual sou eternamente grato.
Dida Limeira
    • 63 pessoas curtiram isso.
    • Jonysberg Peixoto Quintino Parabéns pelo relato Dida, ele me levou a tempos distantes, difíceis mas que por causa do esporte foram amenizados com alegria, amizade, vitórias e derrotas. É uma pena que tenha chegado a esse ponto e espero que os governantes de Arcoverde Pernambuco e do nosso Estado Governo de Pernambuco tenham sensibilidade e respeito para resgatar o valor do local e também esses jovens perdidos nas drogas !
    • Jairo Azevedo Eu quero é novidade ,por que desgraça é so o que temos,se for esperar por governantes ta difícil ,estão todos ricos e rindo do povo...
    • Filippe Albuquerque maquiaram o centro e como sempre esquecem da periferia perdemos mais um espaço de esporte e lazer e ganhamos mais uma cracolândia infelizmente e a nossa realidade
    • Alexsandro Deodato verdade, dida,era um tempo de ótimas referencias,também vivi esse momento,e fico muito triste com a atual situação.
    • Triste saber que isso é::: MODERNIDADE!!
      há 3 horas ·
    • Parabéns Dida; Compartilho do seu pensamento. O Centro de Educação Física precisa ser recuperado.
      há 5 horas via celular ·
    • Triste. Muito triste para todos nós.
      há 5 horas ·
    • mesmo sendo de uma epóca diferente,participei de campeonatos de volêi,judô devo muito a escola industrial onde comecei á pratica de esportes e ao profesor damião lucena que era nosso professor de voleiboo,professor josias com quem treinei judô e jiu jitsu´´,conquistamos muitas medalhas durante o periodo dos jogos escolares no qual tenho muito boas recordeções é pena vêr algo que ti fez tão bem se acabar abandonado pelo os nossos governantes locais e regionais,vejo campanhas contra as drogas só no papel,e nenhu insentivo a prática de esportes antigamente o centro de ed física de arcoverde era prioridade para todas as escolas nas quais as equipes treinavam poliesportivamente para campeonatos principalmentes escolas do bairro do são cristovão,hoje abandono geral so tenho que parabénizar os nossos governantes pelo primeiro lugar em descaso,abandono e insentivo as drogas e a prostituição pois se durante o dia o centro de ed física é usado para consumo de drogas a noite vira bordeu é uma vergonha para todos moradores dessa cidade chamada portal do sertão. ( silvio reenato LARANJÃO)

Um comentário:

  1. Também lembro dessa época... Em 1990 eu fazia a 5 serie na Escola Jornalista Edson Regis.
    Na época eu fazia Educação Fisica naquele centro de esportes, o então professor ALOÍSIO era o meu professor na época, sem duvida um dos melhores professores e ótima pessoa. Me lembro quando em uma das aulas, eu quebrei o braço esquerdo, foi o professor ALOÍSIO que me socorreu e me levou para o hospital e depois pra minha casa.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...