quinta-feira, 7 de junho de 2012

A poeira vai subir em Arcoverde



Na cidade conhecida como porta de entrada do Sertão pernambucano, São João é coisa séria. A festa que popularizou o samba de coco e outras tradições culturais arcoverdenses no Estado inteiro tem status de superprodução. Os hotéis ficam lotados, a população triplica e todo tipo de negócio ganha fôlego nas ruas estreitas do charmoso município de muros baixos e clima ameno. Este ano, serão 13 dias de fogueira, canjica, traque de massa e muitos shows nos arraiais da cidade, que fica a 254 km do Recife.
Entre os próximos dias 16 e 28, Arcoverde ferverá em dez polos de atrações espalhados pela cidade. O principal, como de costume, será o Multicultural, na Praça da Bandeira, onde sempre se apresentam as maiores atrações. Por lá passarão nomes como Geraldo Azevedo (dia 16), Cavaleiros do Forró (dia 19), Zé Ramalho (dia 22), Renato Teixeira & Sérgio Reis (dia 23), Garota Safada (dia 25), Calypso (dia 26), Elba Ramalho (dia 27) e Aviões do Forró (dia 28).
Como quase todas as cidades com forte vocação junina do Estado, Arcoverde decidiu homenagear Luiz Gonzaga na festa deste ano, que contará com o quilométrico tema São João dos Sertões 2012: a lenda da Índia e do Capitão no ano de Gonzagão. Aldeias indígenas, fogueiras, feira de bebidas e um rústico parque de diversão irão compor, tudo junto e misturado, o cenário criado pelo artista plástico Suédson Neiva para a festa.
E para jogar merecidos confetes no Rei do Baião, Arcoverde contará com o auxílio luxuoso do cantor João Silva, que foi parceiro do Velho Lua em algumas de suas célebres composições, e fará o show de abertura dos 13 dias de rala-bucho. “Prometo cantar sucessos como Nem se despediu de mim, Deixa a tanga voar, Pagode russo e muito mais”, jurou João da Silva, de pés juntos.
Como não poderia deixar de ser, o samba de coco, que já virou cartão-postal da cidade, também vai dar o ar da graça na programação. Tomará conta do principal polo da festa na noite do sábado 23. Os grupos Trupé e Raízes de Arcoverde prometem colocar todo mundo para sambar à moda sertaneja no evento que custou nada módicos R$ 3 milhões. “Investimos o necessário para manter a média de 700 mil visitantes durante os festejos juninos”, contabiliza o prefeito da cidade, Zeca Cavalcanti, que contará com o apoio da Nova Schin (pelo terceiro ano), da Caninha 51 e do governo do Estado para viabilizar a colorida celebração ao santo que era companheiro inseparável do carneirinho. A Unimed Pernambuco Central, o Sesc de Pernambuco e a CDL Arcoverde também apoiam o evento.
Para receber esse público todinho, Arcoverde possui mil leitos, distribuídos em 12 hotéis e duas pousadas cadastradas pela prefeitura. Além disso, outra opção de hospedagem comum é o aluguel de casas. Mas a esta altura do campeonato, não há mais imóveis disponíveis.
PREPARATIVOS - A seis dias do arraial começar, os empresários da cidade já estão em polvorosa. Os hotéis estão com lotação quase esgotada e os comerciantes dos mais variados nichos já até contrataram mão de obra temporária para melhor atender os visitantes. Até os ambulantes já trataram de se cadastrar para ocupar os 100 pontos de venda a eles destinados no período de vacas gordas.
Segundo dados da administração municipal, quatro mil postos de trabalho diretos e indiretos serão gerados só neste mês. E a expectativa para este ano é que a movimentação financeira entre um rojão e outro chegue à impressionante casa dos R$ 20 milhões.
Dos visitantes que torrarão essa fortuna em canjica, pamonha, milho verde, queijo coalho, cerveja e diária de hotel, 70%, segundo dados da Empresa de Turismo de Pernambuco (Empetur), virão do Recife. A capital pernambucana, entra ano e sai ano, confirma-se como o principal destino emissor de visitantes para arrastar pé no Sertão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...