domingo, 10 de junho de 2012

Em Arcoverde o mês de Junho, è aquecido para os negócios



Só o Dia dos Namorados deve gerar um incremento de 20% nas vendas do comércio no Recife, 11% em Caruaru e 10% em Petrolina. São João deve movimentar mais de R$ 170 milhões


 / Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

Conhecido pelas chuvas, o mês de junho é aquecido para a economia do Estado. São João e Dia dos Namorados são os responsáveis pela movimentação econômica. Só o Dia dos Namorados deve gerar um incremento de 20% nas vendas do comércio no Recife, 11% em Caruaru e 10% em Petrolina. Em matéria de festejos juninos, a Secretaria estadual de Turismo e Secretaria de Cultura estão investindo cerca de R$ 5,4 milhões em 39 cidades este ano, o que deve gerar uma movimentação econômica de mais de R$ 170 milhões.

“Estimamos um crescimento de até 10% no fluxo turístico do Estado”, indica Alberto Feitosa, secretário estadual de Turismo. O investimento total nas festas pode chegar até o dobro do injetado pelo Estado, somando investimentos em segurança, saúde, das prefeituras e de patrocinadores. Em Petrolina, por exemplo, este ano o São João deve receber até 1 milhão de visitantes, segundo o prefeito Júlio Lóssio. O custo da festa será de mais de R$ 5 milhões.
Com a movimentação cultural e turística no Estado, o setor hoteleiro também comemora. Até 4 mil empregos temporários serão gerados no período, diz Eduardo Cavalcanti, presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotel de Pernambuco (ABIH-PE). “Mesmo com o São João caindo no final de semana, muita gente fez reserva de três dias. Até o São João, a taxa de ocupação deve chegar a 100%. O número de funcionários do setor é ampliado em 30% neste mês para atender à demanda.”

O São João também esquenta o comércio, que prevê aumento de 9% nas vendas no Estado, aponta a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Pernambuco (FCDL-PE). “Caruaru, Arcoverde, Salgueiro têm potencial muito forte com as festas juninas, podendo chegar a um aumento de 10% no comércio”, diz o diretor executivo da FCDL-PE, Eduardo Oliveira. No Recife, a Câmara dos Dirigentes Lojistas estima acréscimo de 10% nas vendas, comparado a junho de 2011. “Junho é a segunda data para o comércio, atrás apenas do Natal”, diz o superintendente da CDL-Recife, Hugo Philippsen. O supervisor de obras Maurício Silva prevê um gasto de R$ 500 em roupas. “Compramos o vestido da menina e também do bebê”, diz Maurício. A vendedora Vanessa Maciel acredita que o movimento vai melhor ainda mais na semana do São João. “Por dia, atendo umas 50 pessoas, que gastam em média R$ 40.” Entre os itens mais procurados, dá para encontrar camisa xadrez infantil e adulto a partir de R$ 10 e vestido de matuta infantil entre R$ 35 e R$ 45. A funcionária pública Rosemary Brandão comprou bandeirinha e balão. “ Roupa é essencial, tem que comprar. Acho que vou gastar uns R$ 300”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...