sábado, 14 de maio de 2011

Dilma Libera recursos para obras da Transnordstina




A reunião entre o governador Eduardo Campos e a presidenta Dilma Rousseff para tratar da liberação de recursos para a construção de barragens foi além e rendeu mais uma boa notícia para Pernambuco: o Governo Federal autorizou a liberação imediata de R$ 164 milhões para as obras da Ferrovia Transnordestina em Pernambuco.

Os recursos serão repassados via Valec, estatal federal de planejamento e infraestrutura, e vão garantir que os trabalhos de construção da ferrovia continuem em ritmo intenso até o final de julho deste ano. “A presidenta ainda se comprometeu a fazer uma nova liberação de recursos durante o mês de junho”, disse Eduardo, após a audiência no Palácio do Planalto nesta sexta-feira (13).

Em relação às barragens, foram assinados os convênios entre Governo do Estado e União para a execução dos projetos de Panelas II e Gatos. Os dois reservatórios vão custar R$ 65 milhões, dos quais R$ 50 milhões serão bancados pelo Governo Federal e o restante pelo Estado.

“Nesta parceria a gente vê o Governo Federal e o Governo do Estado juntos, tirando do papel essas barragens que foram faladas durante anos e anos e que vão prevenir catástrofes como as que afetaram Pernambuco nos últimos anos”, disse o governador.

Os convênios para a construção das outras três barragens (Igarapeba, Serro Azul e Barra de Guabiraba), também consideradas prioritárias para a prevenção de catástrofes, serão assinados dentro de 90 dias. A previsão é que os cinco reservatórios estejam prontos dois anos após o início das obras.

“Isso também vai nos ajudar a trazer novas indústrias para a região. Muitas empresas ficam temerosas em se instalar num local onde, em menos de um ano, duas enchentes ocorreram”, explicou Eduardo.

Localizada no município de Cupira, a 168 km do Recife, Panelas II vai ocupar uma área de 324 hectares. Ela terá capacidade para acumular 17 milhões de m³ e será erguida no Rio Panelas, afluente do Rio Una. Sua construção vai custar R$ 50 Milhões (sendo R$ 11,5 milhões de contrapartida do Governo do Estado) e vai beneficiar mais de 13 mil pessoas dos municípios de Belem de Maria, Catende e Palmares.

Outras 5.500 pessoas desses mesmos municípios serão beneficiadas com a Barragem de Gatos. Com 241 hectares, ela será construída no município de Lagoa dos Gatos. O reservatório poderá receber até 6,3 milhões de m³ e custará R$ 15 milhões (sendo R$ 3,4 milhões em recursos do Estado). Ela será construída sob o Riacho dos Gatos, um afluente do Rio Panelas, que deságua no Piranji, tributário do Una.

Ambas já possuem estudo topográfico e projetos executivos finalizados. O aviso do edital de licitação para a construção destas duas grandes obras já foi lançado e as empresas vencedoras devem ser conhecidas no próximo dia 15 de junho. A previsão é de que as obras sejam entregues antes do próximo inverno e que custem R$ 65 milhões.

"É mais uma demonstração inequívoca do Governo Federal de dar uma virada na politica nacional de Defesa Civil ampliando os investimentos na linha da prevenção para evitar que novas tragédias possam se repetir", disse o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, que também participou do ato.

Eduardo continua em Brasília, onde participa do 5º Encontro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...